Economia

Governo e sindicato conversam sobre GM de São José

Da Redação ·

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, está reunido com representantes do sindicato dos metalúrgicos de São José dos Campos (SP), no Palácio do Planalto. Está presente o presidente da entidade, Antônio Ferreira de Barros. Os metalúrgicos temem que a unidade da General Motors da cidade demita até 1,5 mil trabalhadores. A GM de São José dos Campos produz os modelos Corsa, Classic, Meriva e S10, além de motores e kits para exportação. Dentro da campanha "SOS Empregos", ontem os metalúrgicos aprovaram uma paralisação de 24 horas. O sindicato argumenta que "as demissões representam o descumprimento do acordo firmado pelas montadoras com o governo federal". "Quando foi anunciado o pacote de incentivos fiscais para o setor, o Ministério da Fazenda determinou que as indústrias beneficiadas não poderiam demitir", argumenta o sindicato. Amanhã os metalúrgicos planejam realizar uma manifestação em Brasília, em frente ao Palácio do Planalto.

continua após publicidade