Economia

Brasil sobe duas posições no ranking de venda de carros

Da Redação ·
A China manteve a liderança nas vendas globais de automóveis em maio, com crescimento de 17,9% nos emplacamentos de veículos, ante igual período de 2011, para um total de 1,34 milhão de unidades, segundo relatório da empresa de consultoria e informações do setor automotivo Jato Dynamics. A China foi seguida de perto pelos Estados Unidos, que registrou forte alta de 25,7%, e 1,33 milhão de veículos comercializados em maio. O Japão, com crescimento de 65,4%, chegou a 391.256 unidades em maio, alta refletida pela retomada daquele mercado após o terremoto seguido por tsunami, em março de 2011, que atingiu as principais montadoras locais. O Brasil, que estava na sétima posição no relatório de abril, subiu para a quinta posição, mesmo com a queda de 8,7% nas vendas em maio, para 274.476 unidades. O País está atrás da Alemanha, que emplacou 308.054 veículos no período. Segundo a Jato Dynamics, nos primeiros cinco meses do ano, o mercado brasileiro de veículos acumulou queda de 4,4% nas vendas, em comparação com igual período de 2011, com 1,29 milhão de unidades negociadas. Nesta mesma base de comparação, a China apresentou alta de 5,1% nos emplacamentos (6,6 milhões de unidades), enquanto EUA e Japão registram altas, respectivamente, de 13,4% (5,98 milhões) e 55,8% (2,42 milhões), no período . De acordo com a empresa, os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Para o restante dos países os números englobam carros e comerciais leves. Liderança A Toyota permaneceu na liderança mundial entre as montadoras em maio, de acordo com o relatório. A companhia japonesa vendeu 543.449 veículos no mês, 88% a mais que no mesmo mês de 2011. Na comparação do acumulado dos primeiros cinco meses deste ano ante igual período de 2011, a alta de vendas da Toyota foi de 34,5%, com 2.677 milhões de veículos emplacados. Atrás da Toyota, aparecem a Volkswagen, com alta de 7,2% nas vendas em maio e 7,5% de janeiro a maio. Em seguida, vêm a Ford, com alta de 6,2% na relação mensal e com estabilidade no acumulado do ano; a Chevrolet, com alta de 9,8% na comparação mensal e crescimento de 5,3% na comparação entre o acumulado de cada ano; e a Honda, com altas de 70,3% e 18,6%, nos respectivos períodos. Os desempenhos das empresas japonesas Toyota e Honda refletem a retomada na produção do País, duramente atingida pelo terremoto seguido de tsunami de março de 2011. Por outro lado, a Jato Dynamics destaca o desempenho fraco da Fiat este ano, com quedas de 13,5% em maio ante o mesmo mês de 2011 e de 11,7% na comparação dos acumulados do ano "em razão da crise" na Itália.
continua após publicidade