Economia

SEIM conhece proposta da Rodada de Negócios de Apucarana

Da Redação ·
Comitiva de Apucarana esteve nesta semana em Curitiba para apresentar, à Secretaria de Estado da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul (SEIM), o projeto da Rodada de Negócios
fonte: AEN
Comitiva de Apucarana esteve nesta semana em Curitiba para apresentar, à Secretaria de Estado da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul (SEIM), o projeto da Rodada de Negócios

O vice-prefeito de Apucarana, Waldemar Garcia, junt com o secretário Municipal da Indústria, Comércio e Agricultura da Prefeitura de Apucarana, Ivo Gilberto Martins, e o presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana (Acia), Jaime Leonel, estiveram em Curitiba nesta semana para apresentar, à Secretaria de Estado da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul (SEIM), o projeto da Rodada de Negócios que o município vai realizar nos dias 27 e 28 de junho na Associação Cultural e Esportiva de Apucarana (Acea).

continua após publicidade

Na ocasião, destacaram ao Governo do Estado que o evento irá reunir empresários e representantes de entidades ligadas ao setor de confecções, sendo um realização da Acia com a participação da prefeitura, do Sebrae e de outras entidades. Também explicaram que não se trata de uma feira, destinada a receber o grande público, mas de uma Rodada de Negócio, um evento de CNPJ para CNPJ, da indústria para o comprador.

continua após publicidade

A iniciativa apucaranense tem inspiração em evento semelhante realizado em Pernambuco. “Em Caruaru, a rodada de negócios está chegando à 12ª edição, com 122 expositores, mais de 350 compradores e R$ 15 milhões em vendas”, destaca o secretário Ivo Martins, que na companhia de José Henrique Martins, consultor do Sebrae, participaram pessoalmente da última edição.

continua após publicidade

A organização quer trazer para o evento de Apucarana 150 compradores de todo o Brasil, com as negociações voltadas para moda masculina, moda feminina, surf street, infantil, infantil bebê e acessórios. Serão comercializados 55 stands, a R$ 3 mil cada, sendo R$ 2,5 mil para associados.