Economia

IBGE: tarifa aérea é a vilã da inflação no mês

Da Redação ·

O aumento nas passagens aéreas liderou a relação dos principais impactos no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15), uma prévia do IPCA, divulgado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em setembro, o índice acelerou para 0,53%, após uma variação de 0,27% em agosto.

continua após publicidade

Os voos para setembro subiram 23,40% em relação à média daqueles que foram disponibilizados para viagens ao longo de agosto. A alta fez o grupo Transportes acelerar a variação para 0,70%, após um resultado de apenas 0,03% em agosto.

Os combustíveis também contribuíram para o aumento no grupo: o etanol subiu de 1,54% em agosto para 1,95% em setembro, enquanto a gasolina passou de uma queda de 0,17% em agosto para alta de 0,65% em setembro.

continua após publicidade

Alimentação - O grupo formado por alimentos também pressionou o índice. O grupo Alimentação e Bebidas registrou alta de 0,72% em setembro, variação maior do que a verificada em agosto (0,21%). O resultado representou um impacto de 0,17 ponto porcentual no IPCA-15 deste mês.

Vários produtos ficaram mais caros, com destaque para açúcar cristal (4,72%) e refinado (4,59%), leite pasteurizado (2,64%), frango (2,51%), carnes (1,79%) e arroz (1,74%). No ano, o grupo Alimentação e Bebidas acumula alta de preços de 4,29%.