Economia

Inadimplência do consumidor tem 2ª menor elevação do ano

Da Redação ·
Inadimplência do consumidor tem 2ª menor elevação do ano
fonte: Arquivo
Inadimplência do consumidor tem 2ª menor elevação do ano

São Paulo - A quantidade de pessoas que não honraram suas dívidas em julho aumentou 2,9% ante o mês anterior. De acordo com a empresa de consultoria Serasa, é o segundo menor crescimento do ano. Em abril, a inadimplência dos consumidores registrou alta de 1,5%, em maio subiu para 8,2% e em junho caiu e fechou o mês em 4,7%.

continua após publicidade

Na comparação com julho do ano passado, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira pela Serasa, a inadimplência aumentou 27,7% e, no acumulado do ano, 22,5%.

continua após publicidade

A inadimplência com os bancos chegou a 5,2% e contribuiu com 2,4 pontos percentuais (p.p) para a alta do mês. Em seguida aparecem as dívidas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas e prestadoras de serviços) com aumento de 1,2% e contribuição de 0,5 p.p. Os títulos protestados aumentaram 10,1%, contribuindo com 0,2 p.p. Os cheques sem fundos apresentaram queda de 2,0%.

No ano, o valor médio das dívidas com os bancos caiu 1,2%, as dívidas não bancárias caíram 21,6%, os títulos protestados 14,6% e os cheques sem fundos 7,7%.

Segundo os economistas da Serasa, a inadimplência caiu em junho porque o consumidor está aproveitando o aumento de renda para priorizar o pagamento e a renegociação das dívidas, além de dar menor sinal de procura por crédito.