Economia

Dólar tem segundo dia de queda, mas acumula alta na semana

Da Redação ·

O dólar caiu pelo segundo dia consecutivo nesta sexta-feira (12), embora ainda acima de R$ 1,60, refletindo a diminuição da turbulência no mercado internacional após uma semana de intensa volatilidade. A moeda norte-americana recuou 0,81% no mercado à vista, a R$ 1,6108 para venda.

continua após publicidade

Na semana, após ter superado R$ 1,65 no momento de maior instabilidade, a moeda teve alta de 1,85%.

"Não está dando para analisar o comportamento do real no dia a dia, porque o câmbio interno está fugindo da lógica dos outros mercados", disse um operador. "Isso pode estar acontecendo por conta da interferência do governo nos derivativos cambiais, porque ele travou muito o mercado", acrescentou, referindo-se à medida que institui pagamento de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) na variação da posição vendida dos agentes.

continua após publicidade

A valorização do real vista neste pregão provavelmente está atrelada ao fluxo de recursos ao país, avaliou outro operador. Seja como for, existe um consenso no mercado de que o governo está comprometido a conter a queda do dólar. "O BC hoje já fez um leilão (de compra de dólares no mercado à vista). Parece que o nível defendido é de R$ 1,60", disse um dos traders consultados.

(Com informações da Reuters e do Valor Online)