Economia

Taxação faz ação da BM&F Bovespa cair

Da Redação ·

A ação da BM&F Bovespa recuava mais de 4% ontem, após a decisão do governo de taxar algumas operações com derivativos para frear a valorização do real. Às 15h20, a ação da BM&F Bovespa tinha baixa de 4,61%, a R$ 9,11. Na mínima do dia, a ação chegou a cair a R$ 8,98, no menor nível desde maio de 2009.

continua após publicidade

No mesmo horário, o índice Ibovespa caía 1,52%, em linha com a baixa das ações nos Estados Unidos por causa da preocupação com a dívida dos Estados Unidos. O governo anunciou uma taxação de 1% sobre as operações de derivativos cambiais feitas por investidores no país, com o objetivo de frear a queda do dólar. A moeda subia quase 2% em reação à medida.

Grande parte dessas operações é realizada na BM&F Bovespa, onde os investidores estrangeiros chegaram a acumular quase US$ 25 bilhões em posições vendidas em dólar futuro e cupom cambial (DDI) neste mês. Essas posições serviam, em parte, como uma aposta na valorização do real. Em entrevista à Reuters há duas semanas, o presidente da bolsa, Edemir Pinto, disse que medidas de restrição aos derivativos favoreceriam a migração de investimentos ao exterior, onde as apostas contra o dólar poderiam ser até mais alavancadas do que na BM&F Bovespa.

continua após publicidade

Em relatório, o analista Henrique Caldeira, do Barclays, afirma que a nova taxação pode retirar grande parte da liquidez do mercado, disse ele.