Economia

Dívida: Obama e democratas rejeitam plano de curto prazo

Da Redação ·
Dívida: Obama e democratas rejeitam plano de curto prazo
fonte: Arquivo
Dívida: Obama e democratas rejeitam plano de curto prazo

O presidente Barack Obama e os líderes democratas no Congresso reafirmaram nesta semana sua oposição a um plano de curto prazo para elevar o teto da dívida dos EUA, ao final de uma reunião realizada na Casa Branca, informou um funcionário.

continua após publicidade

Obama recebeu o líder da maioria democrata no Senado, Herry Reid, e a líder da minoria democrata na Câmara de Representantes, Nancy Pelosi, por pouco mais de meia hora neste domingo, em meio às negociações com os republicanos visando um acordo para evitar o default.

"Os líderes (democratas) e o presidente reafirmaram sua oposição a um aumento do teto da dívida a curto prazo", disse o funcionário da Casa Branca, que pediu para não ser identificado.

continua após publicidade

"Durante a reunião, o presidente foi informado sobre o atual estado das negociações" por Reid e Pelosi, revelou o funcionário.

O presidente insiste em que qualquer acordo passe pelo aumento dos impostos pagos pelas grandes corporações e pelos setores mais ricos da economia, uma proposta à qual se opõem os republicanos.

O governo luta contra o tempo para aumentar o limite da dívida antes de 2 de agosto, quando a Nação mais rica do mundo ficará sem dinheiro para pagar suas contas.