Cotidiano

Youtuber é intimado a depor por ter chamado Bolsonaro de genocida

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Youtuber é intimado a depor por ter chamado Bolsonaro de genocida
fonte: Reprodução
Youtuber é intimado a depor por ter chamado Bolsonaro de genocida

O youtuber e empresário Felipe Neto foi intimado nesta segunda-feira (15) a comparecer na Delegacia de Repressões aos Crimes de Informática da Polícia Civil do Rio para prestar depoimento no âmbito de procedimento que o investiga sob acusação de ter praticado calúnia e crimes contra a segurança nacional.

continua após publicidade

Segundo o influenciador digital, a convocação chegou após, em sua rede social, chamar o presidente Jair Bolsonaro de genocida, no contexto de gestão federal da pandemia do coronavírus.

"Minha atribuição do termo genocida ao presidente se dá pela sua nítida ausência de política de saúde pública no meio da pandemia, o que contribuiu diretamente para milhares de mortes de brasileiros", escreveu o empresário. "Uma crítica política não pode ser silenciada jamais!"

continua após publicidade
Tags relacionadas: #BOLSONARO #FELIPE NETO #polícia