Cotidiano

WhatsApp clonado afeta 12 mil brasileiros por dia; saiba como se proteger

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia WhatsApp clonado afeta 12 mil brasileiros por dia; saiba como se proteger
WhatsApp clonado afeta 12 mil brasileiros por dia; saiba como se proteger

De acordo com uma pesquisa feita pela startup brasileira de segurança digital PSafe, mais de 12 mil contas de brasileiros no WhatsApp são clonadas por dia. A pesquisa aponta que, somente no mês de agosto, 377,3 mil contas foram atingidas — número 90% maior do que o registrado em janeiro deste ano.

continua após publicidade

O golpe ficou ainda mais comum com a popularização do aplicativo e com a pandemia de coronavírus. Os criminosos agem da seguinte forma: instalam o aplicativo de mensagens num celular; conseguem um código pessoal da vítima e, com isso, obtém o controle do aplicativo utilizando o perfil da vítima. A partir daí, os golpistas conversam com os contatos da pessoa se passando por ela e pedem ajuda financeira para familiares e amigos.

COMO SE PROTEGER?

continua após publicidade

- Para evitar golpes no aplicativo de mensagens é importante não passar dados pessoais e nem o código PIN do WhatsApp para terceiros e tomar cuidado com os links recebidos.

- Também é importante ativar a verificação em duas etapas, o que significa que, quando uma pessoa tentar entrar em sua conta, mas em outro dispositivo, terá de colocar uma senha para conseguir acessá-la. Para habilitar a opção, basta ir nas configurações de sua conta no WhatsApp e clicar em “confirmação em duas etapas” ou “verificação em duas etapas”, dependendo do sistema operacional do seu celular. Então crie uma senha de seis dígitos e não a compartilhe com ninguém.

- Segundo a empresa, em casos de invasão é importante entrar novamente no aplicativo com o seu telefone e confirmar o código de seis dígitos que será enviado por SMS, o que fará com que sua conta deixe de funcionar automaticamente no celular do invasor. É importante também avisar o WhatsApp da situação e fazer um alerta para amigos e familiares não clicarem em nenhum link enviado por você até a situação estar sob controle.

Tags relacionadas: #BRASIL #DICAS #Whatsapp