Cotidiano

Vídeo: homem flagra esposa tendo relação com morador de rua

Uma câmera registrou o momento em que o personal espanca o morador de rua

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Vídeo: homem flagra esposa tendo relação com morador de rua
fonte: Reprodução/Câmera de Segurança

Um personal trainer agrediu um morador de rua após flagrar sua esposa tendo relações sexuais com ele, na madrugada da última quinta-feira (10), em Planaltina, Distrito Federal.

continua após publicidade

De acordo com as informações do site Metrópoles, a esposa e a sogra do agressor saíram de casa com o intuito de ajudar o homem em situação de rua. Na sequência, as duas teriam se separado.

Preocupado, o educador físico foi atrás de sua esposa, já que não conseguiu contato por telefone. Durante as buscas, o homem encontrou o carro da companheira estacionado e, ao se aproximar, a flagrou com um morador de rua dentro do veículo. Eles estavam fazendo sexo.

continua após publicidade

O marido teria entrado no carro e começado a agredir o homem. Uma câmera de segurança registrou toda a situação. Veja:

De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal, o agressor alegou que cometeu o crime pois acreditava que seria um estupro. Porém, a própria mulher afirmou aos policiais que as relações foram consentidas. 

continua após publicidade

A esposa do educador físico afirmou aos policiais que tinha interesse em ajudar pessoas vulneráveis por meio da igreja. No hospital, ela disse a um amigo que havia recebido uma “mensagem de Deus” para ajudar o homem com quem foi flagrada transando.

Devido aos ferimentos, o morador de rua precisou ser encaminhado para um hospital. O caso é investigado pela 16ª Delegacia de Polícia. O personal prestou depoimento e foi liberado. Ele poderá responder por lesão corporal.

Em uma nota enviada ao Metrópoles, o investigado reafirmou que a mulher foi abusada sexualmente. Conforme ele, a esposa esposa estava em surto psicótico e, assim, não teria havido relação extraconjungal consensual e sim um estupro. O caso, porém, não foi registrado desta forma na Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

As informações são do Metrópoles.

Tags relacionadas: #Distrito Federal #traição