Cotidiano

Vídeo: cachorro é atacado por sucuri de 7 m e é salvo por moradores

A serpente de quase 7 metros abocanhou um filhote de cachorro, em Marabá, Pará. Um trio que estava no local se reuniu para ajudar o cãozinho

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Depois de ser salvo, o animal foi medicado e está se recuperando
fonte: Reprodução/Instagram
Depois de ser salvo, o animal foi medicado e está se recuperando

Um filhote de cachorro foi abocanhado por uma sucuri de quase 7 metros, em Marabá, Pará. O animal não virou alimento para cobra por conta da ação de um trio, que se reuniu para salvá-lo. O caso ocorreu no último domingo (12). 

continua após publicidade

As três pessoas conseguiram retirar o cãozinho da boca da cobra e, na sequência, o medicaram. A serpente foi devolvida à natureza. 

A sucuri surgiu no sítio do casal Sara e Pedro, quando eles pescavam às margens do igarapé. Pedro, que é veterinário, estava junto de seu estágio também, identificado como Caio Almeida.

continua após publicidade

Eles presenciaram o momento em que a cobra atacou o cachorro. Sara não pensou duas vezes e entrou na água para salvar o filhote. 

"Foi muito rápido. Ela (cobra) estava do meu lado e não vi. Só percebi quando se atracou na parte traseira do cachorro e o arrastou para dentro d'água. Procurei alguma coisa para puxar ela pra fora, mas não achei. Então tive que puxar pelo rabo e ir arrastando para fora", conta Sara. 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Pedro Calazans Veterinário (@pedrocalazansluz)

continua após publicidade
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Pedro Calazans Veterinário (@pedrocalazansluz)

Segundo o casal, o cachorro não tem nome e pertence a um vizinho que está ausente de casa. Ele fica solto na área do condomínio com outros animais do mesmo tutor.

continua após publicidade

Para tirar a sucuri da água, ela contou com a ajuda de Caio e Pedro, que seguraram o meio e a cabeça da sucuri. Eles sacudiram seu corpo para forçá-la a soltar o filhote.

"Conseguimos fazer a cobra soltar o cachorro uma vez, mas ela pegou de novo. Ele ficou paralisado, achei que estava morto, até porque pensei que tinha se afogado. Mas quando conseguimos soltá-lo começou a se mexer e chorar", relata Sara.

Além de muito assustado, o filhote ficou com ferimentos no dorso e nas patas traseiras, mas nenhuma fratura. Ele foi atendido pelos veterinários e está se recuperando.

Fonte: UOL.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News