Cotidiano

Vênus e Júpiter se encontrarão no final deste mês

Um espetáculo astronômico poderá ser observado a olho nu do planeta Terra no final deste mês

Da Redação · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Vênus e Júpiter se encontrarão no final deste mês
fonte: ESO/Y. Beletsky / flickr / creative commons

Um espetáculo astronômico poderá ser observado do planeta Terra no final deste mês. Vênus e Júpiter formarão uma conjunção planetária, o que apresentará um "encontro" entre os planetas. 

continua após publicidade

A EarthSky informou que os dois planetas aparecerão mais próximos por volta das 16h (horário de Brasília) do dia 30 de abril, com Vênus 0,2º ao sul de Júpiter. Ainda conforme o site, essa distância é menor que o diâmetro da Lua. 

Em 1º de maio, os planetas continuarão em seus caminhos e vão parecer estar se afastando do ponto de vista da Terra.

continua após publicidade

A conjunção Vênus-Júpiter acontece cerca de uma vez por ano, mas este ano os dois planetas aparecerão significativamente mais próximos do que normalmente, disse Patrick Hartigan, professor de física e astronomia da Universidade de Rice, em Houston.

“Vênus e Júpiter são tipicamente os dois planetas mais brilhantes no céu, então eles podem dar um show quando estão em conjunção próxima. É uma visão bonita e fácil para todos verem”, disse Hartigan.

Segundo a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa), do governo norte-americano, uma conjunção é quando dois planetas parecem se tocar no céu do ponto de vista da Terra.

continua após publicidade

Nas noites que antecedem a conjunção, a Lua se tornará lentamente menos visível à medida que transita para uma lua nova em 30 de abril, segundo a Nasa.

Embora a conjunção ocorra no final do mês, os espectadores já podem ver os dois planetas se aproximando lentamente. Em 27 de abril, eles estarão separados por 3,2º, disse a EarthSky.

Marte e Saturno se alinharão aproximadamente ao norte de Vênus e Júpiter, de acordo com a EarthSky, o que significa que os astrônomos poderão ver quatro planetas enquanto observam a conjunção.

continua após publicidade

O alinhamento significa que os planetas formam uma linha entre eles, mas não aparecem significativamente próximos um do outro como uma conjunção.

Como observar o fenômeno 

continua após publicidade

De acordo com a EarthSky, não será necessário o uso de um telescópio para ver o espetáculo, pois as primeiras horas da manhã de 30 de abril e 1º de maio proporcionarão uma ótima oportunidade de visualização. 

No Hemisfério Norte, os espectadores devem olhar ao longo do horizonte sudeste assim que o amanhecer começa a raiar, mas enquanto ainda está escuro o suficiente para ver algumas estrelas, disse Hartigan.

Os observadores de estrelas no Hemisfério Sul também poderão ver a conjunção nas mesmas condições, exceto que Vênus e Júpiter aparecerão acima do horizonte leste, disse a EarthSky.

Ao contrário do Hemisfério Norte, Vênus aparecerá acima de Júpiter em 30 de abril e abaixo de Júpiter em 1º de maio no Hemisfério Sul, de acordo com Hartigan.

Como a Lua não será iluminada, será mais fácil ver os dois planetas quase se tocando no céu. Isso desde que o céu esteja limpo, já que o mau tempo bloquearia a visão da conjunção.

Com informações da CNN.