Cotidiano

Variante Delta: sintomas da covid se assemelham aos da gripe

A mutação indiana (Delta) está causando, atualmente, dor de cabeça, dor de garganta e coriza. Entretanto, esses sintomas não eram comuns na primeira onda da doença

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Variante Delta: sintomas da covid se assemelham aos da gripe
fonte: Pixabay
Variante Delta: sintomas da covid se assemelham aos da gripe

Um estudo feito pelo King's College, de Londres, mostra que os sintomas da Covid-19 estão mudando, significativamente, por conta das variantes. De acordo com a análise, a mutação indiana (Delta) está causando, atualmente, dor de cabeça, dor de garganta e coriza. Entretanto, esses sintomas não eram comuns na primeira onda da doença, quando a variante Alpha, que é do Reino Unido, estava predominando. 

continua após publicidade

No Brasil, até o momento, não há uma pesquisa relacionada à mudança dos sintomas, porém, alguns profissionais da linha de frente alegaram mudança nos principais sintomas do coronavírus. Segundo os médicos, a mutação de Manaus (Gama) prevalece no Brasil e tem sintomas semelhantes àqueles da variante indiana: dor de cabeça, dor de garganta e coriza. Ou seja, algo bem parecido com um resfriado mais forte.

Para o professor, a semelhança com sintomas gripais pode fazer com que as pessoas não tomem os devidos cuidados e espalhem o vírus mais facilmente. 

continua após publicidade

"A covid está diferente agora, mais parecida com um resfriado forte", resumiu o professor de Epidemiologia Genética da King's College, Tim Spector, principal autor do trabalho britânico. "As pessoas acham que estão com um mero resfriado sazonal e continuam saindo, indo a festas. É importante que as pessoas tenham em mente que os principais sintomas relacionados à covid mudaram desde maio. Agora, o principal sintoma é dor de cabeça, seguido de dor de garganta, coriza e febre."

O mapeamento de sintomas no Reino Unido está sendo feito desde março do ano passado por meio de um aplicativo, chamado zoe, no qual os pacientes relatam os sintomas. Já são mais de 4 milhões de relatos. Os dados analisados pelo app mostram que a tosse era o sintoma mais comum no início da pandemia, com 46% dos pacientes relatando o sintoma. Agora, foi superado por dor de cabeça (66%), dor de garganta (53%), coriza (49%) e febre (42%).

Os principais sintomas da variante Alpha, que predominava no início da pandemia, de acordo com as autoridades sanitárias britânicas, eram: febre, tosse e perda do olfato ou paladar. Era aconselhado as pessoas que tivessem algum desses sintomas a fazer um teste. No entanto, agora, a variante Delta corresponde a 90% dos casos entre os britânicos. 

Com informações; UOL.