Cotidiano

Variação de preços pode ultrapassar 1000%; É preciso pesquisar

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Variação de preços pode ultrapassar 1000%; É preciso pesquisar
fonte: Pixabay

Matéria recente publicada no TN UOL revelou que, no Paraná, os preços de alguns itens da cesta básica podem variar mais de 100% de um mercado para o outro, mas será que são apenas nos alimentos que essa diferença é percebida?

continua após publicidade

Seja na compra de um eletrodoméstico ou de um pacote de viagens, há inúmeros fatores que fazem com que os preços variem, e as melhores oportunidades sempre ficam com quem tem paciência e foco para fazer pesquisas, afinal, independentemente do segmento de um produto ou serviço, é possível encontrar variações de preços de mais de 1000%, seja pela marca, pela localidade em que o cliente ou consumidor está, pelo canal em que a compra está sendo realizada, pelo custo para a retirada ou para a entrega através dos Correios ou outras transportadoras, pela urgência da entrega do produto ou do serviço, entre outros fatores.

Para demonstrar essa realidade de forma prática, podemos exemplificar o que acontece em diversos casos, mostrando a diferença de preço que pode estar relacionada a cada tipo de evento, abaixo:

continua após publicidade

Urgência de Resultado Financeiro por Parte da Empresa Vendedora

Em alguns casos, o mesmo produto ou serviço pode estar disponível por preços absurdamente diferentes, sendo que o que causa essa diferença não é a qualidade do que está sendo comprado, mas sim, a forma que essa compra está sendo feita.

Um exemplo bem simples é o das passagens aéreas em promoção relâmpago.

continua após publicidade

Uma viagem comprada deste tipo de oferta pode custar menos da metade do preço geralmente praticado pelas companhias aéreas em sites como o 123 Milhas e outros do mesmo segmento.

O motivo, nesse caso, é a disponibilidade da companhia aérea e a urgência que ela tem em preencher um espaço vazio no avião, que irá decolar, estando cheio ou não (e, nesse caso, que estará gerando muito menos lucro do que um avião que decola com todas as poltronas ocupadas).

Urgência de Posse do Produto por Parte do Cliente

continua após publicidade

Acima, falamos sobre a urgência que pode ocorrer em relação à venda de um produto ou serviço por parte das empresas, mas não são apenas elas que possuem necessidades imediatas, e, claro, os vendedores sabem disso.

Aqui, é possível verificar mais uma questão relacionada ao tempo e ao prazo do acontecimento das coisas, que impacta, também, nos preços.

continua após publicidade

Muita gente já tem a percepção de que fazer compras na internet é mais barato do que comprar em lojas físicas, e assim como citado no início deste conteúdo, isso acontece mesmo em caso de estar se falando do mesmo produto, ou até mesmo, da mesma loja.

Não é incomum que a mesma loja ofereça um item com preços diferentes em sua loja física e na sua loja virtual.

Essa possibilidade só existe porque em ambos os casos há público para a compra.

continua após publicidade

Há quem não tenha pressa e não se importa em esperar alguns dias para a chegada do produto, mesmo que precise ficar verificando o rastreio correios diariamente, desde que tenha como benefício a oportunidade de pagar menos no item.

Quem tem pressa, paga um pouco mais na loja física, mas tem o benefício de poder usar o produto no mesmo dia em que realizou a compra.

Custo e Preço de Marca

continua após publicidade

Além da diferença de preços ocasionada por fatores relacionados ao tempo, há também o custo de marca, que está completamente ligado à reputação, ao marketing, ao local de fabricação e ao tamanho da empresa ou companhia fabricante do produto.

Importa dizer que, muitas vezes, esse preço não tem nenhuma relação com a qualidade do item, ou seja, comprar um produto de marca ou não, pode não fazer diferença alguma para o resultado final na vida do consumidor, além, claro, da sensação de ter comprado algo melhor, mas que, provavelmente, nada significa, na prática.

continua após publicidade

Em uma busca rápida por “melhor churrasqueira elétrica”, por exemplo, é possível encontrar dezenas de marcas, sendo diversas delas com características muito similares, por preços muito diferentes, como pode ser visto abaixo:

Uma churrasqueira de 1200W, 220v e com outros detalhes muito parecidos, pode ser encontrada a partir de R$110, ou por até R$150, em uma pesquisa rápida, sem muito aprofundamento.

Para algumas pessoas, essa variação pode ser pequena, mas trata-se de mais de 30% de diferença de preço, sendo que o que diferencia uma churrasqueira da outra é, apenas, a marca.

continua após publicidade

Algumas pessoas podem até pensar que um produto de marca famosa realmente será melhor do que um com marca menos conhecida, mas será que essa informação tem algum fundamento real? Essa é uma pergunta muito difícil de responder.

Preços e Regras de Crédito e de Plataforma

A alguns parágrafos acima, foi falado sobre a diferença que as pessoas encontram ao comparar o preço do mesmo produto em uma loja física e em uma loja virtual, mas essa diferença não acaba por aí.

continua após publicidade

Mesmo dentro da internet, é possível encontrar valores discrepantes para o mesmo produto, da mesma marca e, inclusive, sendo oferecidos pelo mesmo vendedor em canais diferentes.

O consumidor pode não entender o motivo disso, mas não é difícil de explicar.

continua após publicidade

Veja o caso de um produto de tecnologia: um conversor e receptor digital muito vendido ultimamente, o amiko xpro.

Esse mesmo item pode ser encontrado em lojas virtuais diversas, no Mercado Livre, na Shoppe, na Amazon e em outros marketplaces gigantes.

Ao verificar os preços, podemos notar que há uma diferença substancial de preços (de R$400 a R$950), de acordo com o canal por onde o vendedor está oferecendo o produto.

Os motivos para isso são diversos!

Falando apenas em matéria de taxas relacionadas à venda, a diferença pode ser muito alta.

O vendedor que oferece o item diretamente no seu site pode ter descontos muito pequenos sobre a venda, como por exemplo, recebendo por Pix, boleto, ou até mesmo por cartão de crédito, não deixando mais do que 10% do valor da venda para as empresas que oferecem os meios de pagamento.

Já quem vende nos marketplaces, precisa contar com um desconto muito grande relativo à comissão cobrada por esses canais, sendo que é comum que o percentual fique em torno de 30%.

Levar isso em conta faz o vendedor cobrar muito mais do cliente, mas quase sempre é possível apurar essa pesquisa para localizar o vendedor e negociar diretamente – abrindo mão, claro, da segurança que a compra em um grande marketplace oferece, então é preciso estar muito ciente do que está sendo feito.

Pesquisa e Informação Geram Economia e Possibilitam Fazer Mais com Menos

Como pôde ser visto acima, a variação de preços não é algo relacionado apenas ao desejo do vendedor de ampliar sua margem de lucro. Pode haver motivos reais para fazer com que um preço aumente ou diminua de uma loja para outra, e, de fato, vale a pena para o consumidor, realizar uma pesquisa paciente.

Existem dezenas de outras razões que podem fazer os preços variarem, mas é certo que a negociação é válida em quase todos os casos, mesmo que ela ocorra de forma diferente dentro da internet. Em todo caso, isso é pauta para outro conteúdo.

Redação: Bruna Bozano.