Cotidiano

Torres pede que PF investigue vídeo com “atentado” contra Bolsonaro

Ministro da Justiça havia adiantado que estudaria quais medidas poderia tomar para investigar autoria do material divulgado nas redes

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Anderson Torres
fonte: Reprodução/Twitter
Anderson Torres

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, afirmou, neste sábado (16/7), ter determinado que a Polícia Federal (PF) abra um inquérito para investigar um vídeo que traz a encenação de um suposto atentado contra o presidente Jair Bolsonaro (PL). As imagens viralizaram nas redes sociais.

continua após publicidade

Mais cedo, o ministro já havia adiantado que estudava as medidas necessárias para investigar, inclusive, a autoria do material.

“Circulam nas redes fotos e vídeos de um suposto atentado contra a vida do presidente Bolsonaro. Produção artística??? Estamos estudando o caso para avaliar medidas cabíveis e apurar eventuais responsabilidades. As imagens são chocantes e merecem ser apuradas com cuidado”, afirmou Torres.

continua após publicidade

Veja a declaração:

Ministério Público

continua após publicidade

Mais cedo, a ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Damares Alves (Republicanos) – que deve concorrer a uma cadeira do Senado pelo Distrito Federal – alertou o Ministério Público sobre a mesma gravação.

Pelo Twitter, a aliada do chefe do Executivo criticou a representação e questionou se caberia uma ação contra os atores responsáveis pelo ato gravado.

“Encenação ou estímulo para um atentado contra a vida do chefe de Estado brasileiro? O MP precisa investigar isso a fundo! Cenas como estas são repugnantes e não podem ser toleradas!”, escreveu a ministra.

continua após publicidade

Veja a publicação: 

Com informações: Metrópoles 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News