Cotidiano

Temporal provoca transtornos no Rio; teto desaba em hospital

Da Redação ·

O sábado amanheceu ensolarado no Rio de Janeiro, mas a cidade ainda se recupera dos transtornos provocados pelo temporal que atingiu a capital e região metropolitana na noite desta sexta-feira, 25. Parte do teto do Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, desabou devido às fortes chuvas, segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro.

continua após publicidade

O incidente ocorreu na entrada da sala de trauma da unidade hospitalar, mas ninguém ficou ferido. O setor foi interditado e funcionários trabalhavam no reparo e limpeza do local.

Ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estão transferindo pacientes que necessitam de atendimento de emergência para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, também na região metropolitana.

continua após publicidade

"Porém, os pacientes que deram entrada por meios próprios não deixaram de ser atendidos na unidade", informou a Secretaria de Saúde, em nota.

Em São Gonçalo, as chuvas provocaram um deslizamento de terra e pedras na rodovia BR-101, na altura do quilômetro 316, no sentido Rio de Janeiro. O tráfego foi interrompido. A pista da rodovia ficou interditada entre 20h e 23h55, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

A capital fluminense entrou em estágio de atenção às 18h20 de sexta-feira por causa do temporal. Foram acionadas 38 sirenes em 24 comunidades consideradas áreas de Alto Risco Geológico, ou seja, sujeitas a deslizamentos e desmoronamentos.

A Avenida Niemeyer, que liga o Leblon a São Conrado, foi interditada nos dois sentidos, de forma preventiva, informou a Prefeitura do Rio. Houve registros de alagamentos em diferentes pontos da cidade, como Jardim Botânico, Catete e Flamengo, na zona sul. Na zona norte, o rio Maracanã transbordou parcialmente.