Cotidiano

Temporada de cruzeiros no Brasil será retomada a partir do dia 5 de março

Da Redação ·

Após suspensão devido a surtos de covid-19 em embarcações, a Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros (Clia Brasil) anunciou nesta quarta-feira, 2, a retomada da temporada a partir de sábado, 5, com saídas programadas até 18 de abril. Na sexta-feira, 25, o Ministério da Saúde havia publicado portaria que autoriza retorno das viagens no dia 7 de março.

continua após publicidade

Em dezembro do ano passado, surtos da doença entre tripulantes e passageiros fizeram com que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendasse a suspensão definitiva da temporada e impedisse o ingresso em um cruzeiro atracado no Porto de Santos. Com isso, no dia 3 de janeiro, a Clia anunciou paralisação da operação até dia 21 de janeiro. O avanço da Ômicron, no entanto, levou ao adiamento da retomada.

No comunicado desta quarta-feira, a associação disse que 19 roteiros voltam a operar. As rotas passam por oito destinos: Balneário Camboriú, Itajaí, Porto Belo, Santos, Ilhabela, Rio de Janeiro, Angra dos Reis/Ilha Grande e Búzios.

continua após publicidade

Conforme explicou a Clia, os cruzeiros exigem uma "abordagem robusta em várias camadas aos protocolos de saúde e segurança que abrangem toda a experiência". Por isso, destacou que as embarcações cumprem medidas sanitárias que incluem comprovação de vacinação anticovid e testagem frequente de, ao menos, 10% de passageiros e tripulantes. Também assegurou que os municípios de destino estão alinhados para implementar "rigorosos protocolos de segurança".

A MSC Cruzeiros comunicou a volta das atividades já no dia 5 em seus navios: o Preziosa, que parte do Rio, o Seaside e o Splendida, que saem de Santos. Também anunciou a abertura de vendas para quatro novos minicruzeiros, entre três e quatro noites, a bordo do Preziosa.

A Costa Cruzeiros vai retomar a temporada no dia 14 de março apenas com uma das embarcações, o Diadema, e com itinerário alterado. "Lidamos com um cenário muito incerto nos últimos meses e por isso optamos por retomar nossas atividades apenas com o navio Costa Diadema", explicou Dario Rustico, presidente executivo da companhia para América do Sul e Central, em nota.

continua após publicidade

O Costa Diadema fará viagens de 3, 4 e 7 noites com embarques em Santos, Rio de Janeiro e Itajaí. O navio visitará as cidades de Itajaí, Rio de Janeiro, Búzios e Ilhabela, em substituição às escalas de Salvador e Ilhéus.

O navio Costa Fascinosa, por sua vez, não vai fazer mais viagens pela costa brasileira em 2022. "Os clientes programados para embarcar no Costa Fascinosa em saídas a partir de 7 de março serão reacomodados automaticamente sem nenhum custo adicional nos cruzeiros a bordo do navio Costa Diadema, considerando o embarque em data próxima ao cruzeiro original, duração similar e as mesmas categorias e cabines adquiridas", destacou a empresa.

Caso o cliente não tenha disponibilidade na data remarcada, deve solicitar um voucher para a Costa Cruzeiros O crédito poderá ser usado até 31 de dezembro de 2023 para embarques até 30 de junho de 2024. Também será oferecida a alternativa de reembolso.

continua após publicidade

Na sexta-feira, 25, a pasta da Saúde publicou, no Diário Oficial da União (DOU), portaria que autoriza "a operação de navios de cruzeiro a partir de 7 de março de 2022, tendo em vista o cenário atual de pandemia de covid-19". No texto, o ministério detalha procedimentos de atendimento de pacientes com suspeita e confirmação da doença, bem como define prazos de quarentena de viajantes e embarcações.

Questionada sobre o anúncio de retomada antecipada da Clia, a pasta não se pronunciou até às 20h. A Anvisa também não respondeu ao contato da reportagem.

continua após publicidade

A Clia ainda destacou que o setor de cruzeiros é "vital" para a recuperação econômica global. "Desde julho de 2020, mais de 6 milhões de pessoas navegaram em quase 90 mercados em todo o mundo. As companhias associadas à Clia representam mais de 90% da capacidade oceânica do mundo, com aproximadamente 270 navios", informou, em nota. No Brasil, de acordo com a associação, a temporada 2019/2020 gerou R$ 2,24 bilhões para a economia nacional e cerca de 34 mil empregos.

Confira protocolos vigentes

- Vacinação completa obrigatória de hóspedes e tripulantes;

continua após publicidade

- Testagem pré-embarque (PCR de até três dias antes ou antígeno até um dia antes da viagem);

- Testagem frequente de, pelo menos, 10% da tripulação e passageiros;

- Capacidade reduzida para facilitar distanciamento social de 1,5 metros entre grupos e permitir a distribuição de cabines reservadas para isolar casos suspeitos;

- Uso obrigatório de máscaras;

- Preenchimento de formulário de saúde pessoal (Declaração de Saúde do Viajante);

- Ar fresco sem recirculação, desinfecção e higienização constantes;

- Plano de contingência com equipe médica;

- Medidas de rastreabilidade e comunicação diária com a Anvisa, municípios e Estados.