Cotidiano

Taiwan: Homem passa por cirurgia para retirar corrente de bolinhas

O urologista Gao Weichang, que atendeu o homem, informou em uma entrevista coletiva que “o paciente não sabia como remover a corrente em casa

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Por conta das fortes dores, ele ficou com medo de removê-la e se machucar ainda mais
fonte: Reprodução
Por conta das fortes dores, ele ficou com medo de removê-la e se machucar ainda mais

Um homem foi levado às pressas para o Hospital Shuang-Ho, da Universidade Médica de Taipei, Taiwan, sentindo fortes dores no pênis, que ele descreveu como “choque elétricos”. Nesse momento, os médicos constataram que ele havia introduzido uma corrente de bolinhas de metal na uretra para aumentar o prazer durante a masturbação. As informações são do UOL.

continua após publicidade

A equipe médica que atendeu o homem informou que a corrente introduzida impedia que o paciente fosse ao banheiro. Por conta das fortes dores, ele ficou com medo de removê-la e se machucar ainda mais.

O urologista Gao Weichang, que atendeu o homem, informou em uma entrevista coletiva que “o paciente não sabia como remover a corrente em casa. Ele já estava ferido e a corrente, presa. Mas se ele tentasse retirá-la, toda sua uretra poderia ter sido danificada”.

continua após publicidade

Ele também acrescentou que, em uma condição normal, a corrente teria deslizado para fora. Porém isso não aconteceu porque a uretra do homem estava apertada por causa da tensão.

Para removê-la, os cirurgiões tiveram de abrir o pênis do homem para desfazer nó que havia se formado na corrente. Depois, reconstruíram a uretra do paciente em um procedimento complexo, mas bem-sucedido.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News