Cotidiano

Suspeito de matar mulher encontrada carbonizada é preso

Wallace Eduardo, 34 anos, era namorado da vítima e será indiciado por feminicídio qualificado

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Suspeito de matar mulher encontrada carbonizada é preso
fonte: Reprodução/Redes sociais

Na manhã desta segunda-feira (23), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu o suspeito de matar Marina Paz Katriny, 30 anos. A mulher foi encontrada morta e com o corpo parcialmente carbonizado, na última quarta-feira (18), na BR-070, em Taguatinga Norte. Wallace Eduardo, 34 anos, era namorado da vítima e será indiciado por feminicídio qualificado.

continua após publicidade

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Mauro Aguiar, da 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Norte), durante o interrogatório, Wallace confessou que matou a namorada e detalhou o crime. “Ele nos levou ao local e, inclusive, mostrou a pedra que usou para matar a vitima”, contou o delegado. A pedra foi apreendida ainda com sangue de Marina.

Os dois tinham um relacionamento de cinco meses, bastante conturbado, de acordo com o investigador. Na DP, Wallace alegou que era humilhado pela namorada e, no dia do crime, após ingerirem bebida alcoólica e usarem cocaína, eles discutiram. Segundo Mauro Aguiar, o acusado disse que Marina entrou na mente dele e foi quando ele pegou a pedra e a acertou.

continua após publicidade

Ao Correio, a irmã de Marina, Rosimeire Paz, 38 anos, contou que o relacionamento era conturbado. “Eu cheguei a conhecer esse último namorado. Ele era muito possessivo, tinha muitos ciúmes porque ela sempre teve amizade, sempre gostou de sair com os amigos”, disse. Além disso, segundo a irmã, há cerca de um mês Marina perdeu um bebê de quatro semanas e ainda estava se recuperando.

Com informações de Correio Braziliense.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News