Cotidiano

Sobe para 14 número de vítimas das chuvas no Estado do Rio de Janeiro

Da Redação ·

Pelo menos 14 pessoas morreram desde quinta-feira (31) por causa das fortes chuvas em diferentes regiões do Estado do Rio de Janeiro. Em Paraty, na Costa Verde, uma mãe e seis filhos morreram soterrados. Foram confirmadas outras seis mortes em Angra dos Reis, no Sul fluminense. Mais um homem foi vítima em Mesquita, na Baixada Fluminense.

continua após publicidade

A Defesa Civil está em busca de mais nove desaparecidos em Angra dos Reis, sendo cinco na localidade de Monsuaba e quatro em Ilha Grande, onde são realizadas buscas por vítimas na região da Praia Vermelha. Segundo a Prefeitura de Angra dos Reis, ocorreram deslizamentos de terra e blocos em diferentes pontos da ilha.

Em Angra dos Reis, os desabamentos atingiram ao menos seis casas em Monsuaba. O Corpo de Bombeiros encontrou seis corpos até o momento, que seriam de três crianças e de três adultos. No momento, há 125 pessoas nos pontos de apoio abertos pelo município, segundo a Prefeitura, que estaria com equipe nos locais prestando suporte com profissionais da assistência social, educação e saúde.

continua após publicidade

Em Paraty, sete pessoas de uma família morreram soterradas no bairro de Ponta Negra. As vítimas foram a mãe Lucimar e seis filhos: João, de dois anos, Estevão, de cinco anos, Yasmim, de oito anos, Jasmin, de 10 anos, e Luciano, de 15 anos e Lucimara de Jesus Campos, 17 anos. Um sétimo filho foi resgatado com vida e está estabilizado neste momento no Hospital Municipal Hugo Miranda.

A região metropolitana do Rio também foi fortemente atingida por alagamentos, como Belford Roxo e Mesquita, onde um homem morreu eletrocutado durante as chuvas, quando tentava socorrer outra pessoa. O governador do Rio, Cláudio Castro, visitou municípios da Baixada Fluminense neste sábado e disse que determinou a mobilização de secretarias para minimizar os danos causados pelo temporal.

"Aqui em Nova Iguaçu, graças a Deus, não teve nenhuma morte, mas teve em Paraty, Angra e Mesquita. Desde ontem eu fiquei falando com os prefeitos dos municípios atingidos. Nós já estamos assistindo a todas as cidades atingidas e, já cedo aqui para a Baixada, vieram as Secretarias das Cidades e de Infraestrutura para começar a apoiar as prefeituras no processo de limpeza", afirmou o governador.

continua após publicidade

O município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, decretou situação de emergência na noite deste sábado após as fortes chuvas que atingiram a cidade da Baixada Fluminense. O decreto foi assinado pelo prefeito Rogerio Lisboa e publicado em edição extraordinária do Diário Oficial.

No início da tarde deste sábado, o Corpo de Bombeiros informou ter recebido mais de 700 chamados em todo o Estado do Rio de Janeiro por ameaças de desabamento, deslizamento e alagamento.