MAIS LIDAS
VER TODOS

MILAGRE E SUPERAÇÃO

Siamesas que tinham 2% de chance de sobreviver se formam na pré-escola

"Elas não cansam de surpreender a gente", comemorou a mãe das gêmeas em uma publicação nas redes sociais

Da Redação

·
As irmãs gêmeas Abby e Erin
Icone Camera Foto por Reprodução/Facebook/Delaney Twins
As irmãs gêmeas Abby e Erin
Escrito por Da Redação
Publicado em 27.06.2023, 16:18:57 Editado em 27.06.2023, 16:18:54
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

As irmãs gêmeas Abby e Erin, de seis anos de idade, se formaram na pré-escola no início deste mês. A conquista poderia ter sido mais uma entre várias na vida das pequenas, se a formatura não tivesse acontecido depois que elas receberam uma previsão de apenas 2% de chance de sobreviver.

continua após publicidade

As meninas nasceram siamesas e unidas pela cabeça nos Estados Unidos, em julho de 2016, depois de 30 semanas de gestação. Juntas, as bebês pesavam pouco mais de seis quilos. Elas foram separadas em 2017, em uma complexa cirurgia que durou aproximadamente 17 horas.

- LEIA MAIS: Homem atacado por boi volta ao "Providência" para agradecer socorro

continua após publicidade

Como seria preciso dividir o cérebro das irmãs durante o procedimento cirúrgico, a equipe médica e a família lidaram com o altíssimo risco de morte de uma delas ou de ambas. “Nós rezamos durante 17 horas para que tudo desse certo e não paramos de pedir por elas desde então. Há seis anos, quebramos muitas expectativas negativas”, escreveu a mãe das gêmeas, Heather Delaney, em uma publicação nas redes sociais.

Siamesas que tinham 2% de chance de sobreviver se formam na pré-escola
Foto por Reprodução

Apesar do sucesso da cirurgia de separação, as meninas enfrentam dificuldades até hoje. Elas têm a saúde mais frágil, problemas motores que as obrigam a fazer um tratamento fisioterápico constante para andar, e lentidão de aprendizado. Para a família, porém, é uma alegria vê-las chegar ao sétimo aniversário.

“Elas não cansam de surpreender a gente. Todas as pequenas conquistas já são vitórias. Ficamos tão felizes quando a Erin perdeu o primeiro dente, por exemplo, para nós foi extremamente especial. Cada coisa que elas conquistam é uma vitória”, afirma a mãe das meninas.

continua após publicidade


Fonte: Com informações do Metrópoles.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Cotidiano

Deixe seu comentário sobre: "Siamesas que tinham 2% de chance de sobreviver se formam na pré-escola"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
Compartilhe! x

Inscreva-se na nossa newsletter

Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!