Cotidiano

'Sextou': Confira cinco benefícios do vinho para a sua saúde

Entre as diversas bebidas alcoólicas, o vinho é um dos mais aclamados e não só pelo sabor, mas também pelos benefícios que traz para a saúde

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
A quantidade recomendada varia entre 150 e 300 mililitros diários, o que corresponde a uma taça
fonte: Pixabay
A quantidade recomendada varia entre 150 e 300 mililitros diários, o que corresponde a uma taça

Entre as diversas bebidas alcoólicas, o vinho é um dos mais aclamados e não só pelo sabor, mas também pelos benefícios que traz para a saúde - desde que seja consumido com moderação. Estudos acerca da bebida apontam que os antioxidantes presentes na uva são potencializados durante o processo de fermentação, garantindo ação protetora contra doenças como a diabetes tipo 2 e o colesterol alto.

continua após publicidade

Antioxidante polifenol: o primeiro antioxidante presente no vinho é encontrado naturalmente nas frutas. Atuam na redução do estresse oxidativo e ajudam a controlar os radicais livres, que são compostos liberados naturalmente pelo organismo e se intensificam ao longo do tempo.

Nos seres humanos, estudos comprovam que existem mais de 50 problemas de saúde relacionadas ao estresse oxidativo, entre elas demência, AVC, câncer, diabetes e doenças no estômago.

continua após publicidade

Antioxidante resveratrol: outro antioxidante presente no vinho tinto é encontrado principalmente nas sementes e na película que envolve as uvas. O composto está relacionado a benefícios para a saúde do coração e a efeitos anti-inflamatórios que podem auxiliar no tratamento de condições de saúde, como cálculos renais.


Confira cinco benefícios de bebem um pouco de vinho tinto diariamente:

continua após publicidade

1. Saúde intestinal

De acordo com um estudo de 2018, os polifenóis presentes no vinho tinto contribuem para a saúde do intestino, já que melhoram a microbiota.


continua após publicidade

2. Tratamento do câncer

O álcool em excesso está relacionado ao desenvolvimento de cânceres no fígado e na boca. No entanto, de acordo com um estudo de 2019, o vinho provocou melhora no estado de saúde de pacientes com câncer de próstata. O resveratrol, por sua vez, já está associado à prevenção da multiplicação de células cancerígenas no corpo.

continua após publicidade


3. Regulador hormonal

O vinho também funciona como regulador hormonal, atuando na hipófise, glândula responsável pelo funcionamento de outras glândulas do corpo, e nos neurotransmissores, principalmente a serotonina. A bebida melhora o humor e aumenta a sensação de bem-estar, de acordo com o nutrólogo Márcio Bomtempo.

continua após publicidade


4. Demência

Outros estudos sugerem que pessoas mais velhas que não bebem vinho tinto tinham maior chance de desenvolver doenças degenerativas como Alzheimer e Parkinson. Em 2018, um estudo demonstrou que os antioxidantes presentes na bebida reduzem inflamações que podem levar à demência.

continua após publicidade


5. Melhora a pressão sanguínea e a saúde cardíaca

O efeito calmante do álcool não proporciona apenas a sensação de leveza e tranquilidade, mas também reduz a pressão sanguínea e aumenta os níveis de colesterol bom no sangue. A bebida ajuda a regular a saúde do coração, diminuindo os riscos de ataques cardíacos e de doenças do sistema cardiovascular.


Apesar dos benefícios, é importante ter consciência de que beber excessivamente pode causar inúmeros malefícios para a saúde, como arritmia e pressão alta, além de doenças como diabetes, hepatite e cirrose. A quantidade recomendada varia entre 150 e 300 mililitros diários, o que corresponde a uma taça.


Fonte: Informações Metrópoles.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News