Cotidiano

São Paulo vai retirar obrigatoriedade do uso de máscaras

O uso não será mais obrigatório apenas em locais ao ar livre, dentro de ambientes fechados, no entanto, nada muda

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia São Paulo vai retirar obrigatoriedade do uso de máscaras
fonte: Divulgação/Secom/GESP

Nesta terça-feira (08), de acordo com reportagem do g1, o Governo do Estado de São Paulo decidiu retirar a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre. Em locais fechados, no entanto, nada muda, pois as máscaras seguirão, por ora, sendo obrigatórias.

continua após publicidade

Conforme o g1, a informação foi confirmada para a GloboNews por integrantes do Comitê Científico Estadual. Além de que as regras sobre o que será válido para as escolas só serão decididas nesta quarta-feira (09). 

Nesta segunda-feira (07), o g1 revelou que um estudo da Vigilância Sanitária Municipal recomendou a liberação das máscaras em locais abertos na cidade, e a manutenção da obrigatoriedade do equipamento contra a Covid-19 em lugares fechados. O estudo foi enviado pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB) para o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) e encaminhado ao Comitê Científico estadual.

continua após publicidade

O estudo feito pela Vigilância Sanitária da cidade de São Paulo traz três recomendações:

1- Seguir com as medidas não farmacológicas de precaução: manter a etiqueta respiratória; higiene das mãos; evitar aglomeração; manter o uso de máscaras em locais fechados, como transporte público;

2 - Intensificar a vacinação de dose de reforço da população adulta;

continua após publicidade

3 - A desobrigação do uso de máscaras ao ar livre, e ambientes abertos como ruas a parques.

De acordo com o estudo, as recomendações se dão no contexto de melhora de praticamente todos os indicadores da pandemia da Covid-19.

“Neste momento, o Cenário Epidemiológico é de queda importante do número de doentes pela Covid-19 nas últimas semanas e, os indicadores assistenciais apresentam as menores taxas de ocupação de leitos de UTI e Enfermaria desde 2020”, diz um trecho do estudo.

continua após publicidade

O estudo também cita a “robusta cobertura vacinal da capital em todas as faixas etárias elegíveis”.

Como mostrou o g1, a região metropolitana de São Paulo registrou a menor média móvel de novas internações por Covid-19 desde o início da pandemia. Foram, em média, 145,8 hospitalizações provocadas pela doença no último domingo (6). O melhor índice anteriormente era de 146,28 no dia 5 de dezembro de 2021.


Fonte: Informações do g1.

Tags relacionadas: #COVID-19 #Máscara #São Paulo