Cotidiano

Rússia alega que vacina Sputnik V também tem mais de 90% de eficácia

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Rússia alega que vacina Sputnik V também tem mais de 90% de eficácia
fonte: Handout / Russian Direct Investment Fund / AFP
Rússia alega que vacina Sputnik V também tem mais de 90% de eficácia

Nesta segunda-feira (9), a Rússia alegou que uma de suas vacinas candidatas a Covid-19, a Sputnik V, também tem "mais de 90%" de eficácia contra o coronavírus. A afirmação foi feita após as farmacêuticas Pfizer e BioNTech anunciarem que sua vacina candidata contra a doença tinha alcançado o índice de eficácia.

continua após publicidade

Até o momento, não foram divulgados pesquisas que embasassem os anúncios do governo russo ou das farmacêuticas.

"Somos responsáveis por monitorar a eficácia da vacina Sputnik V entre os cidadãos que a receberam como parte do programa de vacinação em massa", relata a diretora de um instituto de pesquisa do Ministério da Saúde russo, Oksana Drapkina.

continua após publicidade

"Com base em nossas observações, também é superior a 90%. O aparecimento de outra vacina eficaz – esta é uma boa notícia para todos", afirmou.

De acordo com a agência de notícias estatal russa Tass, o diretor do Instituto Gamaleya, que produziu a Sputnik V, espera divulgar, "no futuro próximo", os resultados preliminares dos testes do imunizante. A vacina está atualmente na fase 3 de testes na Rússia e o governo pretende iniciar uma vacinação em massa até o final deste ano.

Com informações; G1.