Professora culpa mulheres por estupros durante videoaula e acaba afastada; Vídeo - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Distrito Federal

Professora culpa mulheres por estupros durante videoaula e acaba afastada; Vídeo

Foto por Reprodução/Redes Sociais
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Na quarta-feira (4), uma professora utilizou uma videoaula para debater a violência sexual e falou que o estupro ocorre por causa do "mau" comportamento das mulheres. O caso aconteceu durante uma transmissão ao vivo, de uma escola particular de Abadiânia. 

Durante a aula a mulher diz que “muitas vezes a mulher é realmente culpada de um estupro”. Ela completa a frase argumentando “por que a mulher tem que ficar provocando o coitadinho dos homens?”. 

Os alunos de 8º ano, que tem entre 12 e 13 anos, começaram a rir por conta da fala da professora. “Você pode colocar um shortinho na praia, um biquíni na praia. Agora você vai andar pelada na rua chamando a atenção dos homens? E depois se o homem olha você ainda vai falar assim: ‘ele é um tarado’! Lógico ele é homem, ele tem testosterona”, argumenta a mulher.

Assista:

Ver essa foto no Instagram

Vídeo: Durante aula, professora de Goiás culpa mulheres por estupros Nesta última quarta-feira, 04, uma aula remota com alunos do 8º ano de um colégio adventista localizado no município de Planalmira, no interior de Goiás, causou revolta nos familiares de estudantes e internautas. Durante a aula uma professora do Instituto Adventista Brasil Central (IACB) diz aos alunos que, “em muitas das vezes, a mulher é culpada pelo estupro” e que, devido os homens terem testosterona, as mulheres não devem provocá-los vestindo shorts curtos. O tema se tornou assunto da aula quando um aluno comenta sobre o do estupro de Mari Ferrer. Ao falar do assunto, a professora questiona porque as mulheres usam roupas para provocar os homens. Ela justificada que se o homem segue uma mulher que está com roupa curta, é por conta dos hormônios masculinos. . . . #diariodoestado #goias #escola

Uma publicação compartilhada por Diário do Estado (@jornal_diariodoestado) em

Mesmo após a justificativa para o estupro, a professora tenta argumentar o que o homem faz quando fica excitado e, novamente, culpou o comportamento das mulheres.

“Quando o homem fica sexualmente assim, com vontade, ele fica com tesão só de olhar a perna de uma mulher. Eu sei que esse assunto é bem legalzinho. Outro dia tinha uma menina com pernão, ela não se conteve com o tamanho do short, estava mostrando o pedaço do bumbum. Imagina o homem olhar para um negócio desse? Depois o homem olha, o homem segue uma mulher dessa e depois ela ainda joga na cara dele que ele é tarado. Por que ela não se vestiu decentemente?”, termina.

Afastamento 

O caso, que ganhou grande repercussão nas redes sociais, exigiu um posicionamento da escola, a qual a professora lecionava. O estabelecimento de ensino informou por meio de uma nota que  “não compactua com qualquer opinião de cunho pessoal de seus funcionários que atribua à vítima culpa por ação criminosa”. A escola informou que a professora foi afastada de suas funções.

Deixe seu comentário sobre: "Professora culpa mulheres por estupros durante videoaula e acaba afastada; Vídeo"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.