Cotidiano

Professor vende sanduíches para realizar sonho de mãe

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Professor vende sanduíches para realizar sonho de mãe
Professor vende sanduíches para realizar sonho de mãe

Quando a mãe do professor Dustin Vitale recebeu o diagnóstico de câncer de bexiga terminal no ano passado, ele decidiu transformar seu maior sonho em vida vendendo sanduíches.

continua após publicidade

Mas a viagem não seria a mesma se Dustin não levasse junto todos os 14 membros de sua família. Evidentemente, a visita às famosas pirâmides do Egito não sairia barata, cerca de US $ 10 mil (R$ 56 mil).

Sabe-se lá quanto tempo Dustin precisaria para juntar esse valor com o salário de professor de ensino médio na Filadélfia (EUA). E tempo é uma coisa que Gloria, mãe do professor, não tem.

continua após publicidade

Questionado sobre o que o impulsionou diante dos obstáculos financeiros, Dustin respondeu: “O amor pela minha mãe“.

Dustin bolou um plano simples: vender sanduíches de bife e queijo usando uma receita da própria mãe, acompanhados de fritas.

Seus primeiros clientes foram amigos próximos e parentes. Porém, logo Dustin ganhou fregueses que nunca viu na vida! A história foi parar na mídia e filas e mais filas de gente querendo provar seu sanduíche se formaram no quarteirão de sua casa.

continua após publicidade

A procura foi tão grande que o dono de um food truck ofereceu a Dustin seu próprio veículo para ele vender os sanduíches. Seis semanas depois, o rapaz tinha cada centavo para bancar a viagem da família inteira ao Egito!

Além de uma quantia extra de US $ 8 mil para os souvenires, é claro! Para um filho capaz de fazer qualquer coisa pela mãe, Dustin sempre acreditou que conseguiria. “Se ela tivesse pedido para ir à lua, eu também teria feito isso.”

Dustin precisaria vender muito mais do que algumas centenas de sanduíches para a viagem à lua, mas não seria nenhuma surpresa para Gloria se ele conseguisse – se ela acredita, não é a gente que vai duvidar! 💜

Fonte: CBS News/Razões para acreditar