Mais lidas

    Cotidiano

    Cotidiano

    Procon multa bar por 'piadas' sobre assassinatos, covid e fome na Etiópia

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 02.12.2020, 17:29:00 Editado em 02.12.2020, 17:36:42
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Após denúncias de consumidores, o bar Primata Parrilla, que funciona em Presidente Prudente, no interior de São Paulo, foi multado em R$ 1.134,85 por apologia ao crime pelo Procon municipal.

    O estabelecimento exibe, no local e nas redes sociais, frases satíricas inspiradas em crimes e mazelas sociais, como: 'Fazer as refeições juntos, une a família! Etiópia, povo sem união'; 'O cão é o melhor amigo do homem. Goleiro Bruno' e 'Filho a gente não cria pra nós. Cria pra jogar no mundo. Alexandre Nardoni'. Há ainda uma frase ironizando as orientações para o uso de máscaras de proteção facial como medida de prevenção ao novo coronavírus: 'Usa e devolva. Máscara comunitária'.

    Para o órgão de fiscalização, as mensagens debocham de situações sociais e crimes graves, desrespeitam valores da sociedade e do ser humano e ferem o Código de Defesa do Consumidor e o Código Brasileiro de Auto-Regulamentação Publicitária.

    "A empresa desrespeitou o Código de Defesa do Consumidor que determina que é abusiva, dentre outras, a publicidade discriminatória de qualquer natureza, a que incite à violência, explore o medo ou a superstição, se aproveite da deficiência de julgamento e experiência da criança, desrespeita valores ambientais, ou que seja capaz de induzir o consumidor a se comportar de forma prejudicial ou perigosa à sua saúde ou segurança", diz o Procon. "Além disso, o Código Brasileiro de Auto-Regulamentação Publicitária prevê que todo o anúncio deve respeitar a dignidade da pessoa humana, a intimidade, o interesse social, as instituições e símbolos nacionais, as autoridades e o núcleo familiar", completa.

    Além da multa, o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez, informou que vai notificar a Polícia Civil para abertura de investigação do delito de apologia ao crime.

    COM A PALAVRA, O BAR PRIMATA PARRILLA

    Nosso setor jurídico já está cuidando disso. O posicionamento da empresa é que estamos em um País livre, onde as pessoas podem fazer piadas do que quiserem. Afinal isso não é ou nunca foi nossa opinião. Não escrevemos opiniões na placa. SOMENTE PIADAS. Por outro lado as pessoas tem o direito de gostar ou não. E isso não foi uma jogada de marketing, esse é o nosso método de trabalho, porém dessa vez um grupo se sentiu ofendido e estão tentando fazer o tal cancelamento. Porém vida que segue. Vamos continuar fazendo o nosso trabalho, e fazendo comida que é o que a gente sabe fazer, e escrevendo piadas na placa, somente com o intento dos nossos clientes verem. Afinal eles são publicados exclusivamente nas nossas redes socias. Ou seja é para os nossos clientes.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Procon multa bar por 'piadas' sobre assassinatos, covid e fome na Etiópia"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.