Cotidiano

Prefeitura de SP cria desvio paralelo à cratera da Marginal Tietê

Da Redação ·

A Prefeitura de São Paulo publicou no Diário Oficial desta quarta-feira, 2, a autorização para a implantação de um desvio na Marginal Tietê após a abertura da cratera que atingiu a via e as obras da Linha 6-Laranja do Metrô na terça-feira, 1º. A medida prevê uma rota pela Rua Aquinos, na Água Branca, que será estendida por mais uma quadra, no sentido das Rodovias Castelo Branco e Ayrton Senna.

continua após publicidade

Com a mudança, o novo caminho sugerido é acessar a Rua Cenno Sbrighi, seguir pela Rua Aquinos (passando pela futura extensão) e retornar à marginal pela Rua Visconde de Nanique, nas proximidades da Ponte Freguesia do Ó. Até o momento, não há informação oficial sobre a data de início da operação, mas a obra é tratada como "emergencial".

Na publicação, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) autoriza a adoção de planos viários de contingência apresentados pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito, inclusive com a liberação da "requisição administrativa de áreas privadas" se necessário. Ele determina o encaminhamento da autorização à secretaria para a tomada das "providências necessárias, em caráter de urgência, e à PGM (Procuradoria Geral do Município), para ciência".

continua após publicidade

Rodízio suspenso

O rodízio de automóveis e caminhões está suspenso ao menos até a sexta-feira, 4. Em entrevista à Rádio Eldorado, Hemilton Inouye, diretor de operações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) afirmou que o desmoronamento tem causado maior lentidão, afetando não apenas a Marginal Tietê, mas também a Marginal Pinheiros e as Rodovias dos Bandeirantes, Anhanguera e Castelo Branco. No trecho da cratera, a pista central está sendo desviada para as quatro faixas da expressa, que continua liberada.

Segundo balanço da CET, contudo, o índice de congestionamento nesta quarta-feira está dentro da média. Às 10h da manhã, eram registrados 34 quilômetros de congestionamento. Hoje, o desvio indicado é pelo corredor das Avenida Ermano Marchetti e Marquês de São Vicente, na altura da Ponte do Piqueri, até a Praça Doutor Pedro Corazza.