Cotidiano

Policiais esperam foragida terminar o treino para prendê-la; entenda

O paradeiro da mulher, de 33 anos, foi descoberto durante investigações e ela foi seguida até o estabelecimento destinado aos exercícios físicos

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Carla Dayanne Gomes da Silva, de 33 anos, foi presa nesta segunda-feira (25)
fonte: Divulgaçã/Dicap
Carla Dayanne Gomes da Silva, de 33 anos, foi presa nesta segunda-feira (25)

Foragida da Cadeia Pública Feminina da cidade de Boa Vista desde o dia 11 de julho, Carla Dayanne Gomes da Silva, de 33 anos, foi presa nesta segunda-feira (25) por policiais da Divisão de Inteligência e Captura (Dicap). Porém, o que vem chamando a atenção é que os agentes seguiram a mulher até uma academia, esperaram a mulher terminar a sequência de exercícios físicos, para só então prendê-la.

continua após publicidade

Condenada por tráfico de drogas, Carla Dayanne cumpria pena em regime aberto. Ela passou a ser considerada foragida após a Justiça decretar a regressão para o regime semiaberto, porque ela deixou de ir à unidade prisional assinar mensalmente a frequência e de comprovar endereço e ocupação lícita, informou a Dicap.


continua após publicidade

Como aconteceu?

A Assessoria Especial de Inteligência (AEI) da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania, responsável pelo sistema prisional, recebeu informações sobre o paradeiro da mulher e, durante as investigações, os agentes policiais localizaram a foragida saindo de casa e indo para a academia. Com isso, ela foi seguida e monitorada.

Depois que acabou o treino, ela foi abordada na saída do estabelecimento. Agentes optaram por não abordá-la dentro do local para evitar constrangimento e exposição do estabelecimento.

continua após publicidade

Carla Dayanne não ofereceu resistência. Após a ação, ela foi conduzida para a sede da Dicap e entregue na Cadeia Pública Feminina.


Fonte: Informações do g1.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News