Cotidiano

Polícia prende mais um suspeito do caso Marielle Franco

O suspeito estava em companhia de outro homem que também foi preso. Assim, sendo já são três os detidos identificados como participantes no crime

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Polícia prende mais um suspeito do caso Marielle Franco
fonte: Reprodução
Polícia prende mais um suspeito do caso Marielle Franco

A Polícia Civil da Paraíba (PC-PB) prendeu nesta quarta-feira (28), mais um suspeito de envolvimento na morte de Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes. O preso seria integrante a uma milícia carioca, comandada pela viúva do capitão Adriano Magalhães da Nóbrega, morto na Bahia meses depois do crime contra a vereadora do Rio de Janeiro.

continua após publicidade

Policiais da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), em Queimadas (PB) identificaram o alvo das investigações e o encontraram com um outro homem, que também foi preso. Segundo a polícia, ele já estava denunciado pelo ministério Público do RJ (MP-RJ) que pediu a sua condenação com base em outro crime. Almir Rogério, é acusado de participação no homicídio de Eliezio Victor dos Santos Lima, ocorrido em outubro de 2018.

As autoridades judiciárias do Rio de Janeiro foram informadas das prisões e confirmaram a periculosidade do preso. Ele será levado para o estado do Rio sob forte escolta policial.

continua após publicidade

O caso ganhou grande repercussão em 2018, quando no dia 14 de março, Marielle e o motorista foram emboscados e mortos dentro do carro em que estavam. Do mesmo crime, estão presos o sargento reformado da PM, Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Queiroz.