Cotidiano

Pista central da marginal do Tietê é liberada para o tráfego de veículos

Da Redação ·

A pista central da Marginal do Tietê foi liberada às 17 horas desta quinta-feira, 3. Após análise no local, a Secretaria de Transportes Metropolitanos (STM) e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) avaliaram que há condições de segurança para a liberação da via, pois foi bem sucedido o trabalho de concretagem finalizado no local. "Com isso, não será necessária a instalação de estacas para contenção da pista local da Marginal Tietê", informaram em nota.

continua após publicidade

"Na noite de ontem, completou-se o preenchimento da vala com a massa de concreto. Hoje pela manhã, a empresa fez a análise geológica e geotécnica de todo o material, entendendo que não será mais necessário colocar as estacas (na Marginal do Tietê). Com isso, a gente vai poder antecipar a liberação da pista central da marginal a partir das 17 horas. A CET já está autorizada a transferir o trânsito. A local da marginal continuará parada porque ainda temos obras a serem feitas, mas a central já será liberada", disse Paulo Galli, secretário de Transportes Metropolitanos, reforçando que tanto concessionária quanto construtora garantiram as condições de segurança para a circulação de carros.

Um desmoronamento em uma obra da Linha-6 Laranja do Metrô na manhã de terça-feira, 1.º, fez ceder parte do asfalto da Marginal do Tietê e provocou a interdição da via no sentido Ayrton Senna. O acidente ocorreu nas imediações da Ponte do Piqueri, na zona oeste de São Paulo, e, segundo o governo, foi causado pelo rompimento de uma coletora de esgoto. O motivo dessa ruptura ainda está sendo esclarecido.

continua após publicidade

O acidente e a interdição na Marginal do Tietê causaram transtornos na terça-feira. No início da tarde do mesmo dia, houve a liberação total da pista expressa da Marginal do Tietê, mas outras faixas seguiam interditadas para avaliação de risco. O rodízio municipal de veículos está suspenso até esta sexta-feira, 4.

Rotas alternativas

Pela manhã, a pista local da Marginal Tietê, no sentido da Ayrton Senna, seguia com o trânsito desviado para o corredor formado pelas avenidas Ermano Marchetti e Marquês de São Vicente. Os carros retornaram para a Marginal na altura da Praça Pedro Corazza. Os veículos que trafegavam pela pista central eram desviados para a expressa na altura do canteiro de obras, retornando para a pista central.

continua após publicidade

Os veículos que vêm das rodovias Presidente Dutra, Fernão Dias, Bandeirantes, Anhanguera e Castelo Branco estavam sendo direcionados para o Rodoanel e mini-anel viário, formado pela Salim Farah Maluf, Avenida Luis Ignácio de Anhaia Melo, Avenida das Juntas Provisórias, Avenida Presidente Tancredo Neves e Avenida dos Bandeirantes.

Além disso, também foram instalados tapumes nas proximidades do acidente que atingiu a pista local da Marginal Tietê. "Para que a gente possa começar os trabalhos também de reforço e retomada do receptor de esgoto, recuperá-lo, para que a gente possa liberar a pista local da Marginal do Tietê", disse Galli.

O objetivo, de acordo com a STM, também era preservar a região, proteger a população, permitir a limpeza do espaço e evitar que a curiosidade de motoristas pelo trabalho das equipes causasse lentidão no fluxo de veículos.

continua após publicidade

A STM e a Sabesp acompanham o andamento dos trabalhos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para apurar os fatos e possíveis causas do acidente. "Tivemos uma reunião com o IPT. Nós, concessionária, construtora e Sabesp. A partir desta quinta-feira, começam a ser fornecidos os documentos do IPT. O instituto vai preparar um plano de trabalho. Neste plano de trabalho, vão constar os documentos necessários a mais que eles precisarão. Aí, vão prever um tempo que para dar a informação da causa ou das causas que provocaram o acidente.

Bombeamento do esgoto

continua após publicidade

Nesta quinta-feira, teve início o bombeamento do esgoto que está na saída de emergência e nos túneis da obra da Linha-6 Laranja de metrô.

"As bombas para essa etapa do trabalho já estão instaladas e transportarão a partir desta quinta-feira o esgoto para o coletor localizado na margem direita (oposta ao acidente) do Rio Tietê. Ao longo desse trabalho de drenagem, parte do esgoto também vai ser bombeado para o interceptor ITi-1. Dessa forma, todo o esgoto é encaminhado para tratamento na ETE Barueri", disse, em nota, a STM.

Ainda segundo a pasta, o ITi-1 é o interceptor de esgotos que está substituindo provisoriamente o ITi-7, até a sua completa recuperação. "O ITi-7 é um túnel de 7,5 km de extensão construído embaixo da Marginal do Tietê no trecho entre a Avenida do Estado e a Ponte do Piqueri. Inaugurado em 2020, tem 3,4 metros de largura e 2,65 metros de altura, implantado em profundidade máxima de 18 metros", acrescentou. Atende 2,2 milhões de pessoas na região central do município, em bairros como Bela Vista, Consolação, República, Anhangabaú, Sé e Liberdade, abrangendo também Aclimação, Cambuci e Ipiranga.

Proposta de nova rota

A Prefeitura de São Paulo publicou no Diário Oficial de quarta-feira, 2, a autorização para a implantação de um desvio na Marginal Tietê. A medida prevê uma rota pela Rua Aquinos, na Água Branca, que será estendida por mais uma quadra, no sentido das Rodovias Castelo Branco e Ayrton Senna.

Com a mudança, o novo caminho sugerido é acessar a Rua Cenno Sbrighi, seguir pela Rua Aquinos (passando pela futura extensão) e retornar à marginal pela Rua Visconde de Nanique, nas proximidades da Ponte Freguesia do Ó. Até o momento, não há informação oficial sobre a data de início da operação, mas a obra é tratada como "emergencial". Em nota, o Município apontou que a abertura da via ocorrerá "caso avaliado como positivo".