Cotidiano

Pfizer: Israel começa testes com aplicação da 4ª dose

Cerca de 6 mil pessoas receberão a 4ª dose

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Pfizer: Israel começa testes com aplicação da 4ª dose
fonte: Agência Saúde DF

Israel, país do Médio Oriente, iniciou os testes com a aplicação de uma 4ª dose da vacina Pfizer. A análise acontece em parceria entre o Hospital Sheba e Ministério de Saúde do país. 

continua após publicidade

De acordo com o governo, a vacina será aplicada em cerca de 6 mil pessoas, incluindo 150 profissionais de saúde. Somente pessoas que receberam as duas doses iniciais e a de reforço poderão participar do estudo. 

Após obterem um resultado, o ministério pretende aplicar a 4ª dose em pessoas com mais de 60 anos, nas que têm problemas de imunidade e trabalhadores da saúde.

continua após publicidade

“Este estudo vai testar o efeito da quarta dose de vacina no nível de anticorpos, prevenção da infecção e verificar a sua segurança”, disse o professor Gili Regev-Yochay, um médico do Sheba, à Agência Lusa. “Espera-se que este estudo venha a esclarecer o benefício adicional de uma quarta dose e nos leve a compreender se vale a pena dar uma quarta dose e a quem”, acrescentou o médico.

De acordo com a agência, o diretor-geral da pasta da Saúde de Israel, Nachman Ash, deverá tomar uma decisão ainda esta semana, mesmo que seja rejeitando a aplicação de uma quarta dose da vacina.

No final de novembro o ministro da Saúde de Israel, Nitzan Horowitz, afirmou que os indivíduos totalmente vacinados há menos de seis meses e os que tenham feito doses de reforço após esse período, provavelmente, estão protegidos contra a variante Ômicron, do coronavírus.

Com informações; Metrópoles.