Mais lidas

    Cotidiano

    Vacina

    PF vai investigar políticos que tomaram vacina às escondidas

    PF vai investigar políticos que tomaram vacina às escondidas
    Foto por Reprodução
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 25.03.2021, 16:25:17 Editado em 25.03.2021, 16:25:35
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Após a revista Piauí denunciar o caso de compra de vacinas por grupo em Minas Gerais, a Polícia Federal abriu inquérito para investigar o ocorrido. A reportagem revelou que políticos e empresários do estado tomaram as duas doses da Pfizecontra o coronavírus e não repassaram os imunizantes ao SUS.

    Entre o grupo de empresários que serão investigados, está o ex-senador Clésio Andrade, em que ele e sua família foram imunizados na terça-feira (23/3), em Belo Horizonte. Clésio, além de já ter sido vice-governador de Minas Gerais, também é conhecido pelo envolvimento no esquema do mensalão.

    A maioria dos vacinados era do ramo de transporte no estado. A enfermeira responsável pela aplicação das doses acabou se atrasando, pois estava imunizando outras pessoas do grupo na Belgo Mineira, mineradora que pertencente à ArcellorMittal Aços. A siderúrgica afirmou não ter comprado nenhuma vacina.

    Existe uma lei aprovada pelo Congresso Nacional que autoriza a compra de vacinas de forma privada. Mas o SUS obriga que todas as doses sejam doadas até que os grupos de risco, cerca de 77,2 milhões pessoas, sejam vacinados.

    A compra das doses foi de natura própria dos investigados. A revista afirmou que as vacinas não foram repassadas ao SUS. As vacinas beneficiaram cerca de 50 pessoas, segundo a revista. Para cada pessoas, foi desembolsado R$ 600.

    Com informações: Metrópoles 

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "PF vai investigar políticos que tomaram vacina às escondidas"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.