Cotidiano

PF faz nova operação contra facção que atacou bancos em Araçatuba (SP)

Da Redação ·

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira, 16, mais uma fase ostensiva das investigações sobre o ataque de criminosos fortemente armados a agências bancárias de Araçatuba, no interior de São Paulo. Um efetivo de 90 policiais federais, com o apoio da Polícia Militar, cumpre 16 mandados de prisão e 21 ordens de busca e apreensão.

continua após publicidade

As diligências são realizadas nas cidades de Araçatuba, São Paulo, Osasco, Santo André, Guarulhos, Monte Mor e em Foz do Iguaçu (PR). As ações foram autorizadas pelo juízo da 1ª Vara Federal de Araçatuba.

Os investigadores informaram ainda que, com base na análise genética de material coletado no local do crime, foi possível identificar um dos autores dos crimes investigados. Com base em tal análise, a PF pediu a prisão do suspeito, que, segundo os investigadores, já era apontado como líder de organização criminosa especializada em roubos a carros-fortes.

continua após publicidade

A prisão foi decretada pela 1ª Vara Federal de Araçatuba e o mandado cumprido na última quinta-feira, dia 9, no estabelecimento prisional em que o investigado já se encontrava detido. A Polícia Federal diz que, após a prática do roubo, o homem foi preso pela prática de outro crime.

Além das diligências realizadas na manhã desta quinta, a corporação indica que já cumpriu 53 mandados de buscas e apreensão e prendeu 17 pessoas no âmbito das apurações sobre o roubo em Araçatuba.

Os ataques investigados aconteceram no dia 30 de agosto, quando ao menos 20 homens invadiram a cidade do interior paulista, incendiaram veículos e explodiram duas agências bancárias, atacando uma terceira. Os criminosos aterrorizaram a população espalhando 100 quilos de explosivos pelas ruas. O valor roubado dos bancos não foi divulgado.