Cotidiano

Petrópolis: Caixa libera saque calamidade do FGTS a moradores afetados por chuvas

Da Redação ·

A Caixa Econômica Federal liberou o saque calamidade do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para moradores de Petrópolis (RJ) afetados pelas chuvas dos últimos dias. De acordo com o banco, os moradores de certas áreas já tiveram o saque liberado até o dia 2 de maio. Para as novas áreas, correspondentes a endereços que serão identificados pela Defesa Civil municipal, o saque também estará disponível. O valor máximo para a retirada será de R$ 6.220, informa a Caixa.

continua após publicidade

"Para tal, o banco aguarda a Defesa Civil local entregar a Declaração das Áreas Afetadas e o Formulário de informação do Desastre (FIDE) à Caixa", afirma a instituição em nota. Os saques poderão ser feitos por meio do aplicativo do FGTS, sem a necessidade de ir até uma agência.

Além do saque calamidade, os contratos de financiamento habitacional das áreas afetadas poderão ser pausados por até 90 dias, mediante solicitação dos titulares. As prestações poderão ser incorporadas ao saldo devedor dos clientes inadimplentes das regiões, e a Caixa dará suporte aos clientes para que acionem o seguro habitacional.

continua após publicidade

A pausa em financiamentos também será concedida a hospitais da região afetada, mediante solicitação das instituições.

A Caixa também enviará assessora técnica, com arquitetos e engenheiros, para dar apoio às habitações sociais atingidas pelas enchentes, e também aos municípios. O banco enviará um caminhão-agência à cidade para ajudar no atendimento, e auxiliará a secretaria de obras da prefeitura de Petrópolis no levantamento dos danos e na estimativa dos custos para a recuperação de obras em andamento ou edificações atingidas, como pontes, abastecimento de água, postos de saúde e escolas.

A Caixa Seguridade terá medidas de auxílio aos moradores, como contatos proativos a beneficiários de seus produtos com apólices vigentes que morem nas áreas afetadas e a simplificação do acionamento dos sinistros. Haverá prioridade na análise e aprovação, com prazo de dois dias úteis para o procedimento de pagamento de indenizações nos processos com valor de até R$ 10 mil.