Cotidiano

Pedido de uso emergencial da Coronavac é recebido pela Anvisa

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Pedido de uso emergencial da Coronavac é recebido pela Anvisa
fonte: Aloisio Mauricio/Estadão Conteúdo
Pedido de uso emergencial da Coronavac é recebido pela Anvisa

Na manhã desta sexta-feira (8), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) comunicou que recebeu o pedido de uso emergencial da Coronavac, imunizante desenvolvido pela farmacêutica chinesa Sinovac juntamente do Instituto Butantan, em São Paulo. 

continua após publicidade

O protocolo online foi entregue pelo Butantan momentos antes da reunião desta sexta-feira com a agência. A Anvisa tem um prazo de 10 dias para verificar o processo. 

Entretanto, a agência deve analisar os documentos. Se houver a falta de algo, o laboratório será informado e o prazo de 10 dias é suspenso até o envio. A análise deve seguir normalmente enquanto a documentação não chegar. 

continua após publicidade

João Doria, governador de São Paulo, disse em uma rede social, após a Anvisa confirmar o recebimento do pedido, que a Coronavac "comprovou sua eficácia e segurança e agora poderá imunizar milhões de brasileiros". 

Nesta quinta-feira (7), o governo paulista informou que o pedido de uso emergencial já havia sido feita, porém a Anvisa negou a informação, alegando que alguns processos ainda necessitam ser feitos.