MAIS LIDAS
VER TODOS

Polêmica

Pastor conta que beijou a filha na boca: 'Ai se eu te pego'

"Nossa que mulherão, ai se eu te pego", teria dito o pastor à filha em um culto com público exclusivamente masculino

Da Redação

·
Pastor conta que beijou a filha na boca: 'Ai se eu te pego'
Icone Camera Foto por Reprodução
Pastor conta que beijou a filha na boca: 'Ai se eu te pego'
Escrito por Da Redação
Publicado em 03.05.2024, 12:10:42 Editado em 03.05.2024, 12:10:47
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

Um vídeo polêmico tem causado mal estar em usuários nas redes sociais, após o pastor Lucinho Barreto, da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte (MG), afirmar durante um culto que beijou a boca da própria filha quando ela era menor de idade. "Nossa que mulherão, ai se eu te pego", teria dito o pastor à filha em um culto com público exclusivamente masculino.

continua após publicidade

- LEIA MAIS: Pastor afirma que algumas crianças têm culpa de serem abusadas

"Quando eu encontrar seu namorado, eu vou falar assim: você é o segundo, eu já beijei". A fala do pastor foi recepcionada com risadas e aplausos pelo público masculino que estava presente no culto.

continua após publicidade

Após a repercussão negativa, a filha do pastor se pronunciou nas redes sociais dizendo que retiraram a fala do pai de contexto, deixando claro que o pastor nunca fez nada com ela, que "sempre foi um exemplo de uma figura paterna maravilhosa" e que considera perfis que viram pedofilia nos casos como "maldosos".

As falas do pastor não foram bem vistas por usuários da internet, confira o que eles estão comentando no X (antigo twitter): “A plateia rindo e aplaudindo esse absurdo me lembra aquela cena de The Boys onde o Homelander mata um cara e a glr começa a aplaudir”, “Na mesma semana a gente já viu pastor falando que às vezes criança pede pra ser abusada e agora isso.

E esse é o pessoal que é a favor da família e quer proteger as crianças, né? ", "Perturbador! e a plateia também, rindo da desgraça, muito perturbador”, “Já passou da hora do ministério público começar a fazer uma varredura nessas declarações que envolvem vulnerabilidades. Tem declarações aí que com uma investigação bem feita vai mostrar muita coisa. Ser cristão tá ficando insalubre.”

continua após publicidade

“Isso, pastor, vá lá incentivar o estupro da filha num país em que 76% dos crimes é cometido por familiares e/ou conhecidos.”. Disseram alguns usuários.

As informações são do Diário Online (DOL)

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Pastor conta que beijou a filha na boca: 'Ai se eu te pego'"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!