Cotidiano

Pai é preso por tentar vender os três filhos albinos para feitiçaria

Eles seriam vendidos no Malawi por um valor próximo de US$ 39 mil (cerca de R$ 210 mil) no total, segundo as investigações

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Albinos enfrentam discriminação e ataques no sul da África
fonte: Marie Frechon/ONU
Albinos enfrentam discriminação e ataques no sul da África

Nesta segunda-feira (25), um homem foi detido no Moçambique por tentar vender seus três filhos albinos, segundo a polícia local, da região de Tete, no noroeste do país. De acordo com as investigações, o pai das crianças as venderiam para serem usadas em práticas de feitiçaria.

continua após publicidade

O tio das crianças, com idades compreendidas entre 9 e 16 anos, também foi detido, após uma denúncia anônima. Conforme investigadores, os três estavam sendo mantidos em cativeiro. Eles seriam vendidos no Malawi por um valor próximo de US$ 39 mil (cerca de R$ 210 mil) no total.

O pai e o tio negam envolvimento no esquema de tráfico de pessoas.

continua após publicidade

No sul da África, os albinos enfrentam discriminação e ataques. E partes de seus corpos são usadas em rituais de feitiçaria para saúde e sucesso. O albinismo é um distúrbio genético caracterizado pela ausência total ou parcial de pigmentos na pele, cabelos e olhos.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News