Cotidiano

Padrasto é suspeito de espancar menina de 3 anos até a morte

A menina foi levada ao hospital, porém, não resistiu aos ferimentos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Padrasto é suspeito de espancar menina de 3 anos até a morte
fonte: Reprodução
Padrasto é suspeito de espancar menina de 3 anos até a morte

Durante a tarde deste domingo (15), uma menina, de apenas 3 anos, morreu no Hospital Regional de Cajazeiras, na Paraíba, após ser brutalmente agredida. Segundo a Polícia Civil (PC), o principal suspeito de ter cometido o crime é o padrasto da garota, de 22 anos. 

continua após publicidade

Neste domingo, por volta das 14h, a menina, identificada como Ana Laura Tavares Bandeira, deu entrada na instituição com vários hematomas pelo corpo, fato que chamou a atenção dos profissionais de saúde. 

O padrasto da vítima a deixou no hospital e empreendeu fuga na sequência. Um funcionário da unidade hospitalar acionou a Polícia Militar (PM) e os agentes conseguiram localizar o suspeito. 

continua após publicidade

O jovem foi indagado pelos agentes sobre o que havia acontecido e ele alegou que teve um desentendimento com sua companheira. A mulher estava com a menina no colo quando o homem desferiu socos contra sua companheira. 

A mãe da menina, de 24 anos, também prestou depoimento e negou a versão dada pelo rapaz. Ela relatou que o homem estava no quintal com a filha e, após um tempo, apareceu dizendo que a garota tinha caído do colo e bateu a cabeça no chão. 

O casal está na Delegacia de Polícia Civil de Cajazeiras, onde ambos ficam à disposição da Justiça.