Cotidiano

Padrasto é preso por abusar da enteada de 11 anos, que deu à luz no RJ

A prisão do homem aconteceu após a menina, de 11 anos, dar à luz, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
A criança deu à luz na última sexta-feira (15)
fonte: Imagem Ilustrativa/Pixabay
A criança deu à luz na última sexta-feira (15)

Policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher realizaram a prisão de um homem suspeito de abusar sexualmente da enteada, de 11 anos, que deu à luz em casa, no município de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. 

continua após publicidade

A prisão aconteceu na nesse domingo (17). O padrasto foi preso por suspeita de estupro de vulnerável e cárcere privado. 

A garota foi encaminhada a uma unidade de saúde, na última sexta-feira (15), por uma ambulância por conta de complicações no parto. Os profissionais de saúde decidiram acionar a polícia, pois acreditavam que a menina havia sido violentada. 

continua após publicidade

Aos agentes, a mãe e o padrasto da criança afirmaram que não sabiam que ela estava grávida e disseram também que ela havia sido violentada por um homem armado havia cerca de nove meses.

Porém, algumas testemunhas prestaram depoimento, e a polícia descobriu que a vítima estava presa em casa há pelo menos dois anos. O padrasto teve a prisão temporária decretada pelo plantão judiciário após ter se negado a fazer um teste de paternidade.

A mãe da criança é investigada por abandono intelectual, por ter impedido a menina de frequentar a escola. 

continua após publicidade

A criança e o recém-nascido estão internados em um hospital. De acordo com exames preliminares, ela tem marcas que seriam indícios dos abusos.

Segundo informações do hospital, ela apresenta bom quadro de saúde e está com a mãe, enquanto o bebê está estável na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal.  

O caso está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar.

Com informações do R7. 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News