Mais lidas
Ver todos

    Cotidiano

    Operação para buscar máscaras da China supera metade, com 135 milhões já trazidas

    Escrito por Da Redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    A "operação de guerra" do governo federal para trazer 240 milhões de máscaras cirúrgicas ao Brasil chegou à metade nesta terça-feira (16) com o desembarque de mais 9 milhões de máscaras vindas da China. O voo de número 22 chegou nesta madrugada ao Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP) atingindo 135 milhões de unidades já trazidas ao País. O plano de busca dos equipamentos no país asiático é comandado pelo Ministério da Infraestrutura, em parceria com a Latam Airlines Brasil.

    No total, estão previstos 44 voos até o fim de julho, quando todas as unidades da compra efetuada pelo Ministério da Saúde devem chegar ao Brasil. Segundo o Ministério da Infraestrutura, os equipamentos estão sendo destinados aos profissionais de saúde das 27 Unidades da Federação. A compra de 200 milhões de máscaras cirúrgicas e 40 milhões de máscaras N95 com filtro foi fechada no valor de R$ 694,320 milhões.

    "Desde que assumimos a importante missão de viabilizar a logística no enfrentamento à covid-19, o Ministério da Infraestrutura vem trabalhando de forma incansável para apoiar o Ministério da Saúde, os governos estaduais e as prefeituras, garantindo que esses equipamentos cheguem com agilidade aos profissionais de saúde, que estão na linha de frente do combate à pandemia", afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, sobre a operação em nota da pasta.

    Como mostrou a Coluna do Broadcast, a Latam venceu concorrência promovida pelo governo federal para trazer as máscaras da China. O custo do transporte para o governo é de US$ 14,9 milhões. Até o momento, cinco aeronaves modelo B777-300ER foram utilizadas para a operação. Elas são originalmente para passageiros, mas foram adaptadas para transportarem as caixas de máscaras também nos bancos, no espaço entre as poltronas e nos compartimentos de bagagem.

    A previsão é de que o próximo voo chegue nesta quinta-feira (18) com 3 milhões de máscaras modelo N95. "Chegamos à metade de nossos transportes em parceria com o governo federal e é uma satisfação saber que estamos trabalhando em prol da saúde no Brasil e oferecendo toda nossa expertise nessa luta contra o coronavírus. Reinventamos nossa operação e mobilizamos nossas equipes para atender a um objetivo maior", afirmou Diogo Elias, diretor da Latam Cargo Brasil.

    Segundo a pasta, a Latam desenvolveu uma logística especial e passou a voar com destino à China pela primeira vez na história. Cerca de 300 colaboradores da empresa foram responsáveis pela operação até agora.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Afinal, o que é fascismo? com os professores Guilherme Bomba e Camilla Bolonhezi

    Deixe seu comentário sobre: "Operação para buscar máscaras da China supera metade, com 135 milhões já trazidas"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.