ONU diz que precisa de U$ 665 milhões para evitar novas epidemias - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Doenças

ONU diz que precisa de U$ 665 milhões para evitar novas epidemias

Foto por Tomaz Silva/Agência Brasil
Escrito por Agência Brasil
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Os transtornos causados pela pandemia de covid-19 nas campanhas de imunização contra o sarampo e a poliomielite deixaram milhões de crianças vulneráveis ao risco de doenças mortais e debilitantes, alertaram agências da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta sexta-feira (6).

Em um pedido de financiamento urgente para evitar epidemias das doenças contagiosas, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) disseram que 665 milhões de dólares são necessários para tratar de "disparidades de imunidade perigosas" em países pobres e de renda média.

"Não podemos permitir que a luta contra uma doença mortal nos faça perder terreno na luta contra outras doenças", disse a diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore, em um comunicado.

Fore disse que os 665 milhões se dividem em 400 milhões para a pólio e 255 milhões para o sarampo.

O sarampo, uma das doenças mais contagiosas de que se tem conhecimento, ressurgiu nos últimos anos, e existem surtos em andamento em todo o mundo.

As defasagens na vacinação foram ainda mais exacerbadas em 2020 pela Covid-19, e a OMS disse que dados sobre as taxas de mortes de sarampo de 2019, que devem ser divulgadas na semana que vem, "mostrarão o fardo negativo contínuo que os surtos constantes estão causando".

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "ONU diz que precisa de U$ 665 milhões para evitar novas epidemias"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.