Cotidiano

ONS: curto-circuito no Amapá pode ter sido causado por defeito estrutural

Da Redação ·

O presidente do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Carlos Ciocchi, afirmou nesta segunda-feira, 7, que o curto-circuito que causou um apagão de quase quatro dias no Amapá pode ter sido causado por "defeito estrutural" ou ter sido resultado de uma falha no isolamento da subestação Macapá, onde aconteceu o incêndio.

continua após publicidade

"O curto-circuito que gerou a explosão pode ter sido causado por efeito estrutural ou resultado da falha do isolamento da subestação", afirmou em coletiva de imprensa no Ministério de Minas e Energia.

Um incêndio na subestação Macapá em 3 novembro deixou 14 dos 16 municípios do Estado sem energia elétrica por quase quatro dias, além de quase 20 dias de racionamento. A explosão danificou um dos transformadores, e um segundo ficou sobrecarregado e também se desconectou do sistema.

continua após publicidade

O terceiro equipamento, de "back up", estava em manutenção desde dezembro de 2019. Durante sua apresentação, Ciocchi reconheceu que o ONS tinha conhecimento de que o equipamento não estava em funcionamento.