Cotidiano

Número de vacinados contra a covid-19 chega a 14,8 milhões

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Número de vacinados contra a covid-19 chega a 14,8 milhões
fonte: Divulgação
Número de vacinados contra a covid-19 chega a 14,8 milhões

A quantidade de pessoas vacinadas contra a covid-19 com ao menos a primeira dose no Brasil chegou a 14.883.220 nesta sexta-feira, 26, segundo dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa. O número representa 7,03% do total da população brasileira. Nas últimas 24 horas, 808.643 doses foram aplicadas.

continua após publicidade

Entre os 14,8 milhões, 4.640.586 pessoas receberam a segunda dose, o que representa 2,19% da população com a imunização completa. Nas últimas 24 horas, 124.955 pessoas receberam essa dose de reforço. Somadas as primeiras e segundas doses, o Brasil aplicou no último dia 933.598 doses, segundo dados fornecidos por 26 Estados.

O Amazonas é o Estado onde mais vacinas foram aplicadas em números proporcionais à população: 9,78% dos habitantes foram imunizados com ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa até aqui é a do Pará, com 4,12% da população local vacinada. Em números absolutos, São Paulo vacinou 4,1 milhões de pessoas, seguido pela Bahia (1,2 milhão) e Minas Gerais (1,1 milhão).

continua após publicidade

Nesta sexta-feira, 26, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que o Instituto Butantan vai pedir autorização para iniciar os testes clínicos da Butanvac, uma possível nova vacina contra a covid-19. O objetivo é ter 40 milhões de doses prontas até o fim deste ano.

O início dos testes clínicos com a vacina produzida pelo Instituto Butantan deve ser em abril, mas só vai começar após aprovação da Anvisa. A vacina terá toda a produção realizada no Brasil e utilizará a mesma tecnologia usada na vacina da gripe, que já é feita pelo instituto. Se os resultados forem positivos, a meta é iniciar a vacinação da população já em julho.

Após o anúncio, o governo federal também informou que outros imunizantes nacionais estão em estágio avançado. Segundo o ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, um deles, desenvolvido pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), da USP, aguarda apenas autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para começar a ser testado em humanos.

continua após publicidade

O ministro disse ainda que deve levar cerca de três meses para para concluir as fases 1 e 2 e depois há outro cronograma para a fase 3, quando o imunizante é testado em um número maior de pessoas. Na primeira fase, o novo imunizante deve ser aplicado em 360 voluntários.

Veja dados de vacinação por Estado

UF

continua após publicidade

Número de vacinados - 1a. Dose

% de vacinados 1a. Dose

continua após publicidade

TOTAL 14.883.220 7,03%

AM 411.448 9,78%

MS 260.443 9,27%

continua após publicidade

SP 4.105.967 8,87%

BA 1.277.909 8,56%

RS 963.223 8,43%

continua após publicidade

PB 324.939 8,04%

DF 237.417 7,77%

continua após publicidade

CE 653.713 7,12%

SC 508.899 7,02%

PE 668.535 6,95%

continua após publicidade

PR 750.655 6,52%

ES 262.743 6,47%

RN 222.416 6,29%

continua após publicidade

SE 145.582 6,28%

GO 429.612 6,04%

continua após publicidade

AL 200.962 6,00%

RR 37.418 5,93%

PI 192.181 5,86%

MG 1.182.035 5,55%

RJ 964.246 5,55%

AP 46.118 5,35%

AC 43.375 4,85%

MA 335.459 4,72%

TO 70.421 4,43%

MT 152.440 4,32%

RO 77.347 4,31%