Cotidiano

Mulher vende o filho recém-nascido para pagar cirurgia plástica

A mulher, de 33 anos, negociou o próprio filho no intuito de ter recursos para um procedimento estático no nariz. O caso aconteceu na Rússia

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
A mulher e o casal foram detidos por tráfico de pessoas
fonte: Reprodução/Daily Star
A mulher e o casal foram detidos por tráfico de pessoas

A polícia realizou a prisão de uma mulher, de 33 anos, por ter vendido o filho recém-nascido por aproximadamente R$ 17,5 mil (200 mil rublos), em Kaspiysk, na Rússia. O caso aconteceu em abril, porém, a notícia só foi divulgado recentemente. 

continua após publicidade

Conforme as autoridades, a mulher detida tentou negociar o próprio filho com um casal cinco dias após o nascimento dele. Ela queria vender a criança no intuito de ter recursos para fazer uma cirurgia plástica. 

Os compradores deram um adiantamento de R$ 1.750 e, no mês seguinte, pagaram mais R$ 8.700. 

continua após publicidade

No entanto, quando o bebê já estava com o casal, começou a passar mal. Então, os "novos pais" o levaram para um hospital, que requisitou a certidão de nascimento da criança, mas o casal não tinha o documento.

Os funcionários começaram a suspeitar e decidiram acionar a polícia. Após alguns dias de investigações, os envolvidos no caso acabaram presos por tráfico de pessoas.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News