Cotidiano

Mulher abraça marido para amante matá-lo estrangulado

Alexandre Fim foi morto no domingo

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Mulher abraça marido para amante matá-lo estrangulado
fonte: Arquivo pessoal
Mulher abraça marido para amante matá-lo estrangulado

Uma casal foi preso nesta terça-feira (27) suspeito de matar um homem no Espírito Santo. Uma mulher de 22 anos e amante dela, de 25, confessaram ter matado o marido da jovem. 

continua após publicidade

Alexandre Fim, de 34 anos, foi morto no domingo (25) na região de Monte Alverne, zona rural de Castelo, no interior do Espírito Santo.

As prisões aconteceram na terça-feira (27). Desde o dia do crime o caso estava sendo tratado como latrocínio, o roubo seguido de morte, mas com a investigação, policiais militares descobriram que a mulher da vítima, Thayla Bonicenha Crivelari Fim, contou a um familiar ter cometido o assassinato juntamente com o amante, Françoá de Souza.

continua após publicidade

A partir da informação fornecida pelo familiar da mulher, foram expedidos os mandados de prisão temporários para Thayla e Françoá.

Françoá confessou aos policiais que mantinha uma relação com a mulher há alguns meses, mesmo sabendo que ela era casada, e há cerca de um mês eles planejaram matar o marido dela.

Disse ainda que no dia do assassinato eles teriam combinado por telefone todos os detalhes.

continua após publicidade

A mulher contou que depois de mandar mensagem para o amante e pedir que ele fosse até sua casa, abraçou o marido, segurando seus braços, enquanto o comparsa o estrangulava.

Após o crime, ela acionou a Polícia Militar e disse se tratar de um latrocínio. Também mentiu dizendo que teria sido trancada em seu quarto e que o carro e outros pertences tinham sido roubados pelos supostos criminosos.

Já o amante disse aos policiais que o material escondido para forjar o latrocínio estava no forro de gesso da casa da vítima.

continua após publicidade

No local foram encontrados uma motosserra, um aspirador de pó, uma bomba de pressão de água, uma roçadeira e uma televisão.

O homem e a mulher foram encaminhados para a 7ª Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim.

As informações são da Folha de Vitória.

Tags relacionadas: #Crime #investigação