Morre Doca Street, assassino de Ângela Diniz - TNOnline
Mais lidas

    Cotidiano

    Cotidiano

    Morre Doca Street, assassino de Ângela Diniz

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 18.12.2020, 20:31:00 Editado em 18.12.2020, 20:36:20
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Assassino confesso da socialite Ângela Diniz, Raul Fernando do Amaral Street, conhecido como Doca Street, morreu nesta sexta-feira, aos 86 anos. A informação é do jornal O Globo, que acrescenta ainda que a causa da morte teria sido uma parada cardíaca.

    O assassinato de Ângela Diniz, que completará 44 anos no próximo dia 30, aconteceu em uma casa de veraneio na Praia dos Ossos, em Búzios, na Região dos Lagos. Naquele dia, a socialite havia decidido encerrar o relacionamento com Doca. Inconformado, ele foi até o carro, pegou uma arma e atirou quatro vezes contra o rosto dela.

    O julgamento do caso aconteceu apenas em 1979. Doca Street foi representado pelo renomado advogado Evandro Lins e Silva, que usou como tese de defesa a "legítima defesa da honra". Para convencer o júri, afirmou que Ângela Diniz era uma "mulher fatal", capaz de levar qualquer homem à loucura.

    Doca Street acabou condenado a apenas dois anos de prisão, que pôde responder em liberdade. A sentença branda, contudo, mobilizou o movimento feminista. Graças aos protestos, Doca Street foi levado novamente a julgamento em 1981. Dessa vez, foi condenado a 15 anos de prisão por homicídio. Ele cumpriu apenas quatro em regime fechado. Depois, progrediu para o semiaberto e acabou solto em 1987.

    O nome de Doca voltou à tona este ano com o lançamento do podcast Praia dos Ossos, da Rádio Novelo, que recontou a história de Ângela e do crime em oito episódios.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Morre Doca Street, assassino de Ângela Diniz"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.