MAIS LIDAS
VER TODOS

Cotidiano

Ministro diz que as 3 barragens do setor mineral no RS estão monitoradas e seguras

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, afirmou nesta sexta-feira, 10, que as três barragens de rejeitos de carvão mineral do Rio Grande do Sul estão sendo monitoradas e seguras. "Estamos fazendo um trabalho de monitoramento integrado com o Est

Luiz Araújo (via Agência Estado)

·
Escrito por Luiz Araújo (via Agência Estado)
Publicado em 10.05.2024, 12:51:00 Editado em 10.05.2024, 12:55:57
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, afirmou nesta sexta-feira, 10, que as três barragens de rejeitos de carvão mineral do Rio Grande do Sul estão sendo monitoradas e seguras. "Estamos fazendo um trabalho de monitoramento integrado com o Estado", informou à CNN.

continua após publicidade

O governo gaúcho, juntamente com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e o Operador Nacional do Sistema (ONS), atualiza, diariamente, o risco de rompimento de barragens no Estado.

Na quinta-feira, seis estavam com "risco de ruptura iminente", sendo três delas no município de Bento Gonçalves. Contudo, não são de rejeitos minerais.

continua após publicidade

Conforme o relatório mais recente da Agência Nacional de Mineração (ANM), o Rio Grande do Sul tem três barragens de rejeitos de carvão mineral. A maior delas é a Bacia de Finos da Mina do Recreio, em Butiá.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Ministro diz que as 3 barragens do setor mineral no RS estão monitoradas e seguras"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!