Cotidiano

Ministério da Saúde publica extratos da compra de vacinas da Janssen e Pfizer

Da Redação ·

O governo federal publicou ainda na segunda-feira (15) os extratos de dispensa de licitação para a compra das vacinas da Janssen e da Pfizer contra o novo coronavírus. O anúncio da aquisição dos imunizantes foi feito pelo general Eduardo Pazuello ontem à tarde, quando ainda estava à frente do Ministério da Saúde. Pazuello deixa a pasta depois de dez meses acumulando uma série de desgastes e erros de gestão e logística, como a demora para a compra de vacinas e a falta de coordenação com Estados no combate à covid-19, e das quase 280 mil mortes causadas pela doença até agora. Ele será substituído pelo médico Marcelo Queiroga, que é presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

continua após publicidade

De acordo com os extratos divulgados em edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU) de ontem, os valores dos contratos são de R$ 2,1 bilhões com a Janssen e de R$ 5,6 bilhões com a Pfizer.

Na entrevista coletiva desta segunda-feira, Pazuello informou que o Brasil receberá, até o fim de 2021, 100 milhões de doses da Pfizer, que serão entregues de forma escalonada a partir de abril. Sobre a Janssen, serão duas entregas: 16,9 milhões em agosto e 21,1 milhões em novembro.